15 setembro 2018

Especial Agatha Christie


Fala galera, hoje é dia 15, um dia especial no mês de setembro, pois é o dia do aniversário da principal causa do Setembro Policial existir, aniversário da Rainha do Crime… Agatha Christie.

Breve história e carreira:

Agatha Mary Clarissa Christie nasceu em 15 de setembro de 1890 em Devon, Inglaterra. Sua família não era desconhecida do mundo literário já que tanto sua mãe como sua irmã escreviam poemas. E foi justamente devido a sua irmã que Agatha se enveredou por esse mundo.

Sua irmã certo dia desafiou Agatha dizendo que ela não conseguiria criar uma história policial onde ninguém conseguisse descobrir quem era o assassino. Foi assim que em 1916 surgiu seu primeiro romance, O misterioso caso de Styles, famoso não só por ser o primeiro livro escrito pela autora como também o primeiro com o detetive Hercule Poirot, seu detetive mais conhecido. 

Outro fato que influenciou muito nas suas obras foi que durante a Primeira Guerra Mundial, Agatha trabalhou em uma farmácia e em um hospital onde acabou ganhando conhecimento sobre venenos, uma das principais armas usadas nos seus livros. 

Mas, apesar de ter começado a escrever O misterioso caso de Styles em 1916, o livro só foi lançado em 1920 depois de ser rejeitado por 6 outras editoras. A editora que publicou o livro foi a Bodley Head e ocorreu uma exigência de seu editor para que o livro fosse lançado, exigência essa que também veio a influenciar os livros da autora. Isso porque no fim do livro Poirot iria resolver seu caso no tribunal, mas o editor de Agatha pediu para que ela trocasse o tribunal pelo ambiente do crime. Assim surgiu o famoso método de Poirot e de outros detetives da autora de reunir todos os suspeitos em uma sala e explicar o caso. 


Nessa época Agatha era casada com o Coronel Archibald Christie. Em 1926, Agatha lançou seu maior sucesso até então, O assassinato de Roger Ackroyd, livro que revolucionou a literatura policial por não seguir o padrão dos livros desse estilo na época. Nesse mesmo ano Archibald anunciou que estava apaixonado por outra mulher e que queria o divórcio, foi aí que surgiu o que até hoje é o maior mistério da autora, o seu desaparecimento.

Nem em suas autobiografias é possível identificar exatamente o que aconteceu. O que se sabe é que ao chegar em casa e não encontrar seu marido, Agatha saiu de casa e não foi vista por dias. Pior ainda quando encontraram seu carro em um barranco. Logo, os grupos de busca foram formados e até aviões foram usados na busca (detalhe que foi a primeira vez na Inglaterra que aviões foram usados para essa finalidade), uma recompensa em dinheiro foi posta para quem achasse a escritora.

Agatha só foi encontrada 11 dias depois em um hotel, utilizando o nome da nova amante do seu ex marido. As teorias são inúmeras, passando de marketing do seu livro recente (Assassinato de Roger Ackroyd) à vingança da autora pelo seu ex marido. A verdade é que ninguém sabe ao certo o que aconteceu e esse sim é seu maior mistério.

Mas nem só de tragédia vive a autora. Em 1928, Agatha foi convidada para uma viagem por um amigo arqueólogo e lá conheceu o assistente dele, Max Mallowan, que veio a se tornar seu segundo marido. Agatha passou a conhecer muito sobre arqueologia e sempre que você lê um livro dela você irá encontrar uma referência ao assunto ou aos países africanos, tudo isso devido as viagens que a autora passou a fazer.

E se você acha que ela leva o título de Rainha do Crime a toa, você está redondamente enganado, meu amigo. Agatha está no Guinness como a autora mais vendida no mundo com mais de 4 BILHÕES de cópias vendidas em mais de 103 idiomas. E você que acha que Stephen King e Diana Gabaldon fazem livros grandes, está enganado também, pois Agatha também está no Guinness pelo maior livro do mundo, medindo mais de 30 cm e com 4032 páginas. No livro estão todas as obras de Miss Marple, tanto seus romances como os contos. E para você que adora um teatro, ela também está no Guinness como a peça que está a maior tempo em cartaz (A ratoeira) de 1952 até hoje. 

E, por falar nisso, vamos falar de seus detetives e obras?

Personagens:


Como disse anteriormente, o primeiro livro da autora nos apresenta o seu personagem mais famoso, Hercule Poirot, um detetive Belga, que é descrito como tendo uma cabeça em formato de ovo, e que tem muita massa cinzenta que o ajuda a resolver os casos. 

Poirot é frequentemente comparado a Sherlock Holmes, mas eu discordo. Sherlock usa o método da observação, enquanto Poirot utiliza de certo modo a psicologia, sem contar que ele é um pouco mais intuitivo. Claro que a observação existe, mas não é da mesma forma técnica presente no detetive criado por Sir. Arthur Conan Doyle. 

Inclusive no segundo livro protagonizado por Poirot (Assassinato no Campo de Golfe) existe um outro detetive que está investigando o caso e entra em uma espécie de competição com Poirot para ver quem resolve o caso primeiro. Esse detetive é uma paródia de Sherlock (que Agatha era grande fã por sinal) e mostra muito bem as diferenças entre os dois detetives.

E assim como Sherlock, Poirot tem inúmeras adaptações, seja para a TV ou cinema. A mais famosa delas é o filme Assassinato no Expresso Oriente (1974) que rendeu um Oscar à atriz coadjuvante para Ingrid Bergman além de ter sido indicado a várias outras categorias. Já na TV a série de televisão Agatha Christie’s Poirot é a mais famosa de todas com David Suchet sendo imortalizado na pele do detetive Belga. A série adapta todos os contos e romances em que o detetive estava presente. E cá entre nós, a série é maravilhosa e o ator é Poirot em carne e osso.

Mas nem só de Poirot vivia Agatha. Outra “detetive” muito conhecida da autora é a querida velhinha Miss Marple. A personagem era uma senhorinha que vivia na aldeia de St. Mary Mead e resolvia seus casos apenas associando as coisas que aconteciam com situações ocorridas na sua pequena vila. A velhinha fez a sua primeira aparição em romance no livro Assassinato na casa do Pastor e conta com 12 romances e 20 contos. Ela também teve algumas adaptações para TV e cinema.

Apesar desses dois serem os personagens mais famosos da autora, ela tinha outros, como o casal Tommy e Tuppence, o detetive Parker Pyne, a famosa escritora Ariadne Oliver (que era praticamente uma cópia da Agatha) e outros que apareciam em livros únicos. 

Obras:

Para finalizar, vamos falar de algumas obras da autora? Vamos falar sobre algumas das principais obras da autora. 

O misterioso caso de Styles:

Eu sempre começo por esse, por ser o primeiro livro da autora. Apesar de ser bom não chega a ser uma obra prima, mas já mostra o grande talento da autora. A Editora Globo tem uma excelente edição desse livro inclusive com informações adicionais sobre o que eu falei a respeito da publicação e da mudança exigida pelo editor. Aqui no Blog tem resenha. Veja a sinopse:

Quando mr. Hastings encontra seu velho conhecido John Cavendish casualmente e aceita seu convite para passar uma temporada na enorme e isolada casa de campo de Styles, não imagina a misteriosa trama que o espera. Mrs. Emily Inglethorp, madrasta de John e Laurence Cavendish, herdou a propriedade de seu marido e tem todo o controle sobre patrimônio da família. Seu segundo marido é Alfred Inglethorp, vinte anos mais novo, cujo passado é nebuloso, o que causa enorme apreensão nos filhos de mrs. Emily e nos demais moradores de Styles. A tensão na propriedade chega ao limite quando mrs. Emily é encontrada trancada em seu quarto nos últimos estertores e morre com o nome de seu marido nos lábios.

O assassinato de Roger Ackroyd:

Esse foi o primeiro livro da autora a fazer grande sucesso. Existiu certa polêmica em relação ao(a) autor(a) do crime na época, sem contar as teorias de especulação em relação ao desaparecimento da autora que teria sido uma forma de marketing para o livro. Ele está entre os 10 mais vendidos (da primeira edição) da autora e é realmente uma obra prima da literatura policial. Vejam a sinopse:

Em uma noite de setembro, o milionário Roger Ackroyd é encontrado morto, esfaqueado com uma adaga tunisiana – objeto raro de sua coleção particular – no quarto da mansão Fernly Park na pacata vila de King’s Abbott. A morte do fidalgo industrial é a terceira de uma misteriosa sequência de crimes, iniciada com a de Ashley Ferrars, que pode ter sido causada ou por uma ingestão acidental de soníferos ou envenenamento articulado por sua esposa – esta, aliás, completa a sequência de mortes, num provável suicídio.

Os três crimes em série chamam a atenção da velha Caroline Sheppard, irmã do dr. Sheppard, médico da cidade e narrador da história. Suspeitando de que haja uma relação entre as mortes, dada a proximidade de miss Ferrars com o também viúvo Roger Ackroyd, Caroline pede a ajuda do então aposentado detetive belga Hercule Poirot, que passava suas merecidas férias na vila.

Ameaças, chantagens, vícios, heranças, obsessões amorosas e uma carta reveladora deixada por miss Ferrars compõem o cenário desta surpreendente trama, cujo transcorrer elenca novos suspeitos a todo instante, exigindo a habitual perspicácia do detetive Poirot em seu retorno ao mundo das investigações. O assassinato de Roger Ackroyd é um dos mais famosos romances policiais da rainha do crime.

Assassinato no Expresso Oriente:

Este é um livro que até quem não gosta de literatura policial já ouviu falar. Provavelmente o mais famoso da autora, com adaptações para a TV e cinema, sendo a mais recente do ano passado. Um livro excelente com uma trama incrível e um final de deixar qualquer um besta. É um verdadeiro clássico. Sinopse:

É perto da meia-noite quando a neve acumulada sobre os trilhos interrompe a jornada do Expresso Oriente, o mais famoso e luxuoso trem de passageiros do mundo, que liga a Ásia à Europa.A bordo, milionários, aristocratas, empregados – e um assassino. Porém, no mesmo vagão encontra-se ninguém menos que Hercule Poirot. Caberá ao meticuloso detetive investigar todos os passageiros e descobrir a identidade do ousado criminoso. Christie propõe um fascinante enredo nos moldes do clássico subgênero do “locked room” (“mistério do quarto fechado”), em que o crime ocorre num local isolado, e a suspeita recai sobre todos os presentes. Publicado em 1934, o romance foi levado com estrondoso sucesso ao cinema pelo diretor Sidney Lumet em 1974, com Albert Finney, Lauren Bacall, Sean Connery, Jacqueline Bisset e Ingrid Bergman no elenco – até hoje uma das mais aclamadas adaptações jamais feitas de um clássico da literatura de mistério.

E não sobrou nenhum:

Esse é um livro da autora que ainda não li (pois estou lendo na ordem) e que disputa com Assassinato no Expresso Oriente pelo título de melhor livro da autora. Mais um título que foi adaptado para TV e cinema (aliás, praticamente todos foram). Uma das polêmicas envolvendo o livro é que o título original era “O Caso dos Dez Negrinhos”, mas com as possíveis críticas em relação ao racismo o título foi mudado para E não sobrou nenhum. Sinopse:

Uma ilha misteriosa, um poema infantil, dez soldadinhos de porcelana e muito suspense são os ingredientes com que Agatha Christie constrói seu romance mais importante. Na ilha do Soldado, antiga propriedade de um milionário norte-americano, dez pessoas sem nenhuma ligação aparente são confrontadas por uma voz misteriosa com fatos marcantes de seus passados.

Convidados pelo misterioso mr. Owen, nenhum dos presentes tem muita certeza de por que estão ali, a despeito de conjecturas pouco convincentes que os leva a crer que passariam um agradável período de descanso em mordomia. Entretanto, já na primeira noite, o mistério e o suspense se abatem sobre eles e, num instante, todos são suspeitos, todos são vítimas e todos são culpados.

É neste clima de tensão e desconforto que as mortes inexplicáveis começam e, sem comunicação com o continente devido a uma forte tempestade, a estadia transforma-se em um pesadelo. Todos se perguntam: quem é o misterioso anfitrião, mr. Owen? Existe mais alguém na ilha? O assassino pode ser um dos convidados? Que mente ardilosa teria preparado um crime tão complexo? E, sobretudo, por quê?

Menções honrosas: 

Alguns livros valem a menção aqui também, como:

Assassinato na casa do PastorPrimeiro livro com Miss Marple.

Os cinco porquinhos - Livro favorito da autora.

Os elefantes não esquecem - Um livro com uma trama bem emocionante.

Cai o pano - Último livro do detetive Poirot.

E é isso, pessoal, espero que tenham gostado da matéria. Desculpe se ficou muito longa ou muito pequena (depende do ponto de vista). Torço para que tenha aguçado a curiosidade de vocês em relação à autora e que peguem algum livro dela para ler. 

Digam o que acharam e até a próxima. 

Beijos e abraços

8 comentários

  1. Olá, Fábio.
    Antes de mais nada meus parabéns pela super postagem. A Agatha é minha diva e meu livro favorito da vida é Assassinato no Expresso do Oriente, que já li mais de dez vezes. Assim como vários outros livros dela. Mesmo já sabendo o final, sempre é emocionante ver como a mente da autora funcionou ao criar aquela história. E não acredito que ainda não leu O caso dos dez negrinhos, um dos meus favoritos dela. Fiquei besta com o final. Só fico triste ao ver quantos leitores atuais não dão o devido valor a autora, desmerecendo suas obras. Mas acredito que ela sempre vai ter leitores no mundo porque não é a toa que ele figura entre os mais vendidos do mundo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Olá Sil.

    Obrigado =D. Eita, já leu um bocado. Ele é um dos meus livros favoritos também, porem fica empatado com O Assassinato de Roger Ackroyd. Sim, ainda não li kkkkk. Fico doido para ler, mas como estou lendo na ordem fico sem querer pular, se não eu já teria passado na frente kkk. Sim, a mulher é incrível, duvido que fique sem fazer sucesso algum dia, já está imortalizada.

    ResponderExcluir
  3. Oi Fabio,
    Adorei a matéria. Ficou muuuito boa, de verdade!
    Imagino a confusão que foi o desaparecimento dela, quando comecei a ler pensei: pronto, vai se matar por amor. Hhaahahah
    Mas ela não é dessas, ne?
    E como assim um livro de 4032 páginas? Pqp. Vc tem ele? Que loucura!
    Adorei saber mais sobre ela, assim que ler aquele livro, venho te contar o que achei.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda

      Obrigado =D. kkkkk verdade, capaz dela ter tido um surto devido a situação, ela alegava não lembrar de nada, e foi encontrada por um policial andando na beira de um penhasco. Talvez se demorassem mais ela tivesse feito isso. E quanto ao livro grande não tenho não kkkk. Ele custa mil libras ou mais. e teve poucos feitos. Só para ricos kkkkk. Leiaaa.

      Abraço.

      Excluir
  4. Que coleção linda essa sua da rainha Agatha. Eu to com a minha coleção logo no inicio mas essa edição que você tem e divinamente linda. Meu livro favorito dela ate agora é Assassinato no expresso do oriente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina.

      Obrigado =D. Pode não parecer mas a minha também ainda está no inicio kkkk. Eu estou tentando ler pela ordem. Assassinato no Expresso Oriente também é um dos meus favoritos, junto com O Assassinato de Roger Ackroyd.

      Excluir
  5. Olá Fábio,
    Bem, vamos lá, você já sabe que não me envolvo com as histórias da autora, recentemente, e depois de muito visitar o blog, decidi que assim que entrar de férias, darei um jeito te tentar embarcar em alguma história dela, só por conta da sua paixão, rs.
    Até mesmo que nunca leu, conhece o detetive Poirot, dizem que é um dos melhores da literatura policial...
    Fiquei tentada a ler mais sobre a vida da autora, da um livro e tanto eim; pode ter sido meio doido, mas adorei esse sumiço dela KKK
    Quero assistir a mais recente adaptação de Assassinato no expresso oriente, espero que seja bom.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitória

      kkkk Legal saber disso, recomendo mesmo. Comece pelo primeiro (O misterioso caso de Styles). Verdade, Poirot na minha humilde opinião é o melhor, até mais que Sherlock. Esse mês saiu uma outra biografia dele, recomendo. É um filme bom, mas o file antigo na minha opinião é melhor, mas recomendo ler primeiro antes de assistir.

      Bjs

      Excluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.