17 setembro 2018

Resenha: Guerra do velho


Devorável! (Li isso no Skoob e aplico aqui).

Em um futuro bastante distante a raça humana tem meios extremamente eficientes para buscar possíveis novos planetas para fazer colônia e moradia. O problema é que centenas de outras raças alienígenas também dispõem desses meios e também querem fazer colônia em outros planetas. Quando o atrito é grande, inicia-se uma guerra. E nessa guerra, geralmente, não sobrevive o mais forte, mas o mais inteligente. A pergunta que fica é: quem luta essa guerra? Resposta: senhoras e senhores de 75 anos.

Nesse futuro distante, além de terem todos os meios para buscar novos planetas, as Forças Coloniais de Defesa possuem uma tecnologia extremamente inteligente capaz de recriar o corpo do novo recruta, como ele era quando jovem, e transferir toda a consciência para esse novo corpo pleno de tecnologias, de modo que ele não se esqueça quem é ou quem foi, quando vivia na Terra, com apenas dois pequenos detalhes: 1) Há tanta tecnologia nesse novo corpo que frequentemente eles se perguntam se ainda são humanos; 2) eles são verdes, like Hulk!


Toda essa tecnologia é necessária, porém, do contrário, um ser humano comum não aguentaria dez segundos no campo de batalha.

Meus queridos, se vocês procuram sci-fi de qualidade é este aqui! John Scalzi é bom! E nos proporciona um livro ímpar, sem igual!

Dono de uma estrutura narrativa suave, Scalzi leva o leitor para as entranhas desse universo e não deixa escapar um único detalhe. Sim, detalhes. Ele é muito detalhista, mas essa minuciosidade não atrapalha, pelo contrário. Ele faz manter viva a nossa curiosidade sobre toda essa tecnologia e o que novos soldados são capazes de fazer. Ele explica pacientemente o que cada membro é capaz de fazer e produzir, como as armas funcionam, como se conectar com outros soldados, como eles são capazes de se conectar com a própria arma, de modo que ela pressinta a melhor munição a ser usada. Gente! É fantástico! Se ele escrevesse terror, eu o compararia sem medo a Stephen King! Com o diferencial que ele não enrola, o texto é sempre linear, não repetitivo. Sem contar que ele coloca emoção no seu trabalho, e a gente acaba se sentido abatido, triste, contente junto com os personagens. O vocabulário, entretanto, às vezes é bastante pesado, beirando os +18. Além disso, os alienígenas são tão bem criados, que é como se ele já tivesse visto um. E olha que são muitos!


A edição não tem muita coisa que salte aos olhos, mas a capa traz uma ilustração que eu gostei, nas páginas que separam os capítulos são pretas e numeradas. E o mais importante de tudo é que não vemos erros de diagramação ou ortográficos!


Título: Guerra do velho (Old man's war)
Autor: John Scalzi
Editora: Aleph
Páginas: 368
Ano: 2016

9 comentários

  1. Oi tudo bem? Gostei muito de sua resenha, porém o livro não me atraiu muito, talvez pelo fato de não ser muito o tipo de leitura que eu gosto. Esse tipo de história eu gosto mais em filme do que em livro. Mais um ponto que me chamou atenção foi quanto o fato do autor ser detalhista, pois eu gosto muito de autores que pensam em cada detalhe dos acontecimentos e consegue descrever tudo. Já estou seguindo seu blog! Bjss

    www.historiasdaiza.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Izabel! Obrigado!!
      Infelizmente o sci-fi não agrada muita. Mas tem muita coisa boa por aí, viu?

      Excluir
  2. Oi Marcos, tudo bem? Bom saber que o texto não é enrolado! Já faz tempo que está na minha lista de desejados, quero conferi!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc gosta de sci-fi, tenho certeza que vai se dar bem com esse livro. É impossível não gostar dele!

      Excluir
  3. Não conhecia esse livro, mas pela sua resenha, fiquei bastante interessada nele!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pathy! Dá uma conferida nele sim, vale a pena!!

      Excluir
  4. Oi Marcos,
    vi muito sobre esse livro logo que ele lançou porque teve uma galera na internet que deu uma pirada sobre. Infelizmente não sou muito do sci-fi pra poder me interessar por ele, mas pela tua resenha consigo identificar vários pontos fortes e que realmente devem fazer dele um livro maravilhoso. Acho que vou indicar pra minha amiga que curte mais essa vibe, talvez ela também goste assim como tu!

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eduarda! Legal sua atitude ^^' mas é uma pena que vc não curta esse gênero. Quem sabe uma chance? Tenho certeza que não vai se arrepender.

      Excluir
  5. Eu adoro ficção cientifica e amei por completo a historia desse livro. A continuação conseguiu ser melhor que o primeiro.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.