12 outubro 2018

Resenha: Espiral do Desejo


Atenção! Este post contém spoilers do primeiro livro da Trilogia. Confira a resenha aqui.
A história de Liv e Dean continua no segundo volume da série Espiral do desejo. Depois de quase verem seu casamento destruído por mentiras e desilusões, Dean e Olivia retomam sua jornada mais unidos e apaixonados do que nunca. O professor de história medieval e sua amada esposa estão determinados a consertar os erros do passado e sabem que, para isso, terão que unir forças para derrubar barreiras erguidas ao longo de anos. Uma inesperada crise envolvendo os pais de Dean acaba, contudo, dragando-o de volta à espiral de culpa, ressentimento e amargura que marcou sua juventude. Tudo o que ele mais quer é proteger Olivia, mas, dessa vez, ela se recusará a cumprir o papel de esposa frágil e delicada. Ao lado de seu grande amor, Olivia enfrentará os mais terríveis fantasmas da família West — até mesmo os segredos escondidos a sete chaves.
Liv e Dean não são o meu casal favorito do ano. De verdade.

Desde o primeiro livro, eu friso que quando um casal tem problemas pendentes, o sexo não é uma constante como a autora tenta nos passar. Não comprei essa ideia, talvez por saber como funciona um casamento.

De verdade, gente, quando os problemas estão ao nosso redor, quando existe a falta de confiança e a descoberta de um segredo, não dá pra ter rala e rola de 10 e 10 páginas.

Desculpe aí, Nina!


Porém, nesse segundo volume eu aprendi a gostar um pouco mais de Liv, conforme ela vai se posicionando em relação a vida e fazendo escolhas que podem lhe garantir um crescimento pessoal. Com a gravidez ela parece ter se iluminado e isso fez com que ficasse mais fácil para eu gostar dela. 

E logo eu, a pessoa que mais odeia o clichê de "só vamos ser felizes se tivermos um filho".

Acontece que no caso de Dean e Liv, isso parece ser a pedra fundamental da relação, uma vez que ele carrega em seu passado o histórico de uma ex-esposa que sofreu abortos, e a frustração de não poder ter feito nada para evitar.

Logo, começamos Desejar com uma Liv grávida, fazendo planos e criando expectativas, e um Dean totalmente dedicado a fazer com que a vida da esposa seja do jeito que ela quer e precisa. Ele está procurando uma casa maior, dando espaço para que ela invista no negócio da amiga e sendo muito, mas MUITO romântico.

A história desse segundo livro se desenrola a partir de uma notícia que Dean recebe de sua família, e ele precisa viajar de volta para a casa dos pais. A família West é complicada, problemática e a mãe e a irmã de Dean fazem questão de ser as piores pessoas possíveis para Liv ter a sua volta. E, para completar, Helen, a ex-esposa dele, é a melhor amiga das duas.

Tá bom pra vocês? E se eu disser que, além de aguentar todo esse rojão, Liv ainda precisa manter sua gravidez em segredo?


Tenso, né? E tem mais, Dean não suporta estar perto da família e se culpa por coisas do passado, por segredos (sim, tem mais segredos...) revelados e relacionamentos rompidos. No meio de tudo isso, ele ainda tem que lidar com uma situação extremamente delicada envolvendo uma de suas alunas na faculdade e, mais uma vez, opta por não contar nada para Liv.

ESPIRAL é um nome muito pertinente para essa série, pois os personagens parecem cair sempre no mesmo erro e repetir seus padrões de comportamento. Porém, vi uma mudança comportamental e um crescimento pessoal em Liv, principalmente em sua tomada de decisões durante a evolução da trama. Ela já não me irritou mais, e cheguei a ser solidária com sua causa.

E como o livro é narrado no presente e no passado (com vários flashbacks) vamos conhecer um pouco mais sobre Dean e tudo que ele carrega nas costas graças as atitudes da sua família, acabei me solidarizando com ele, e tive vontade de ser sua amiga e aconselhá-lo diversas vezes.

Você não pode me proteger de tudo. Muito menos do nosso casamento.

As cenas de sexo continuam presentes em um intervalo muito pequeno, porém, são muito bem escritas. Eu entendo que a autora fez um livro com conteúdo adulto, mas acho que ela queria contar uma história também... e talvez se diminuísse um pouco a pegada hot a trama seria mais desenvolvida e talvez não precisássemos de três volumes.

No fim das contas, acabei me entretendo com a leitura de Desejar e agora estou na expectativa do terceiro volume da série - Declarar - para saber como tudo vai terminar.

Título: Desejar (exemplar cedido pela editora)
Série: Espiral do desejo - vol. 2
Autora: Nina Lane
Editora: Paralela
Páginas: 280
Ano: 2018

Um comentário

  1. Oiii Sissi

    Já vi algumas criticas com relação à quantidade de cenas de sexo dos livros dessa série, isos me deixa com o pé atrás. Ainda assim acho bem bacana a forma em como está narrado, com esses flashbacks do passado, deixa a leitura bem interessante.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.