08 outubro 2018

Resenha: Um sedutor sem coração


Olá leitores, que eu sou a louca dos romances de época vocês já sabem, mas foi só recentemente que vim conhecer os livros da Lisa Kleypas (sei bem, desonra pra toda minha família, né?!), por isso quando vi Um sedutor sem coração em pré-venda, decidi que estava na hora de conhecer essa autora tão querida por todos os fãs do gênero.

Devon e seu irmão West nunca desejaram ser parte da nobreza e muito menos ter as responsabilidades que vem com um título, por isso, quando o Conde de Trenear morre deixando a Devon um condado falido e caindo aos pedaços além de uma viúva e três donzelas rebeldes e incultas para proteger, ele só pensa em formas de se livrar de tudo isso o mais rápido possível.

Apenas três dias após o casamento com o conde de Trenear, Kathleen se tornou uma viúva e logo em seguida, quando ela mal teve tempo de abandonar os rituais do luto, Devon Ravenel surgiu disposto a vender todos os bens e se livrar dela e das três irmãs de seu primo sem se importar com o que irá acontecer a elas. Somando-se a isso, Kathleen guarda um segredo que a faz se sentir culpada pela morte do marido e mesmo sendo apenas um pouco mais velha que as irmãs do conde falecido, ela tomou para si a difícil missão de orientar as cunhadas e as proteger das ações do novo conde.

Enquanto se enfrentam tentando provar quem está com a razão, percebemos aos poucos que a viúva não tem conhecimento da real situação do condado e que Devon não está errado de agir como se tivesse herdado uma bomba prestes a explodir, e falando em bombas, a atração que cresce entre eles tem igual potencial catastrófico. Entre brigas, discussões e beijos, algo mais inflamável surge, seria amor?


Comprei esse livro em março e comecei a ler no instante em que chegou pra mim, mas não conseguia passar do segundo capítulo porque achava Kathleen muito chata, inconveniente e cheia das “moral” e Devon Ravenel não ficava muito atrás, um homem grosso, insensível e babaca e essa primeira impressão acabou me fazendo deixar o livro de lado por vários meses, até que num encontrinho, minha amiga Jack do Corujinha Literária disse que estava lendo e gostando muito e me convenceu a dar mais uma chance para esses dois.

E que bom que fiz isso, pois percebi que meu desgosto pelo Devon surgiu pelo mesmo motivo que a Kahtleen o odiou no primeiro instante, ignorância. Assim que nos aprofundamos na leitura vamos percebendo que, por mais que ele tema as novas responsabilidades, não é o simples desinteresse que o faz correr na direção contrária, o título lhe trouxe mais problemas do que posses e só um milagre poderá salvá-los. Some a isso o desafio e os custos de criar, educar e dispor de dotes para três jovens donzelas rebeldes e sem civilidade alguma e fica fácil entender porque ele age com tremendo ressentimento.

Um sedutor sem coração é um romance gostoso, que de início pode até não parecer tão agradável, mas que vale a pena a insistência, porque logo a gente está lendo sem nem perceber o tempo passar e ainda nos brinda com a importante lição de que nem sempre a primeira impressão é a que conta. Percebemos que o que não falta nesse romance são personagens que, ao serem desvendados camada por camada, mostram mais do que deixam transparecer, exceto as gêmeas, porque essas, sim, são transparentes como água e doidinhas de pedra, o que só tornou a leitura ainda mais divertida.


Sobre a edição: a edição é padrão com capa e diagramação comuns, além de folhas amareladas, não tive problemas com a revisão e nem com falhas de impressão e a fonte é confortável à leitura. É o título de estreia da série “Os Ravenels” que promete, até o momento, ser de quatro livros, o segundo também já foi publicado e em breve farei a resenha dele aqui, mas é o terceiro que deixou o fandon enlouquecido pois traz como protagonista o filho de um casal muito querido que já deu as caras na série As quatro estações do amor, Evie e lorde St. Vicent.



Título: Um sedutor sem coração
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 319
Ano: 2018

6 comentários

  1. Sou doida para ler romances de época mas ainda não tive a oportunidade, quero conhecer a a autora e a sua resenha me deixou com mais vontade ainda.

    Beijos!!
    https://sentimentos-de--uma-garota--bipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sempre leio muitas coisas positivas sobre os livros da Lisa, as histórias são lindas e parece que ela desenvolve bem. Quero muito lá esse!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii Jessica

    Nunca li nada da Kleypas, mas tenho curiosidade pois muita gente elogia bastante os livros da autora. Vou tentar ler esse futuramente, ainda que o começo não seja uma maravilha, ja anotei a dica de insistir um pouco mais.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Jéssica!
    Devon é o típico mocinho de época que é um pé no saco até se render aos encantos de uma mulher, rsrs, não esperava menos da Lisa Kleypas.
    O enredo é sem dúvidas clichê (pelo menos pra mim), ainda não consegui enxergar algo mais complexo, mas eu gostei e estou ansiosa para ler, principalmente porque a história parece não conter aquele monte de cenas hots desnecessárias (eu espero).
    Amo essa capa <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu não sou exatamente fã de romances, apesar de os de época me atraíram por seus cenários e culturas diferentes e interessantes. Acho que o mais interessante desse livro é desvendar as camadas que constroem as personagens e perceber a essência verdadeira de cada uma delas, saber compreender suas atitudes e entender seus pensamentos. Isso de alguma forma provoca uma identificação e aproximação do leitor com as personagens e com a história em si, o que acaba por promover um processo de leitura prazeroso e fluido. A arte de capa dessa série é maravilhosa, como todas as edições da editora.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.