10 dezembro 2018

Resenha: Favores Vulgares


Um relato surpreendente regado a mentiras e inveja

A pessoa mais provável de ser lembrada (sinopse)

Em 15 de julho de 1997, Gianni Versace foi morto a tiro nos degraus de sua mansão em Miami Beach pelo serial killer Andrew Cunanan. Mas, meses antes do assassinato de Versace, a premiada jornalista Maureen Orth já vinha investigando a história de Cunanan para a revista Vanity Fair. Escrito a partir de uma seleção de entrevistas com mais de 400 pessoas e insights obtidos a partir de milhares de páginas de relatórios policiais, Favores Vulgares conta a história completa de Andrew Cunanan, suas vítimas inadvertidas e o mundo opulento em que elas viveram… e morreram. Orth revela como Cunanan conheceu Versace e a razão pela qual a polícia e o FBI falharam repetidamente em capturá-lo. Esta é uma odisseia impossível de largar, que atravessa os Estados Unidos desde a rica comunidade gay da Califórnia aos modestos lares do Meio-Oeste, onde famílias condoíam-se pela perda de seus filhos, chegando a uma decadente South Beach, na Flórida.

Favores Vulgares é ao mesmo tempo uma obra-prima do jornalismo investigativo e um fascinante relato sobre um sociopata, seus crimes e os mistérios que ele deixou para trás.

Ascensão e queda

Andrew Cunanan foi um garoto mimado desde pequeno. Sua mãe era super protetora e ficava sempre no pé de Andrew, enquanto seu pai, que além de aproveitador, tinha mania de grandeza e incentivava Andrew a mostrar e querer ser igual as pessoas da alta sociedade. O pai de Andrew fazia de tudo para parecer o que não era, ostentava sem poder. Isso teve grande influência na vida do filho.

As mentiras de Andrew começaram de cedo, ainda garoto vivia inventando histórias para os colegas dizendo que conhecia várias pessoas importantes e que tinha muito dinheiro. Isso aumentou quando ele conseguiu ir para um colégio particular muito caro que era frequentado pelos filhos dos mais influentes. Ele se gabava de ser rico, sendo que na verdade seus pais se sacrificavam para conseguir pagar a mensalidade.


Só que Andrew sabia se misturar e sabia fazer com que as pessoas dessem risadas e se divertissem, isso fazia com que as pessoas ignorassem isso, mesmo quando notavam as mentiras. Poucos amigos realmente sabiam algo sobre o verdadeiro Andrew, a maioria nem sabia que ele tinha irmãos. A única coisa que todos realmente sabiam, pois ele fazia questão de demonstrar, era que ele era gay. 

Andrew passou então a frequentar o mundo da alta sociedade gay dos Estados Unidos. Uma sociedade que na época era regada a muitas festas com sexo (inclusive sadomasoquismo), prostituição e drogas, coisas que logo Andrew passou a conhecer profundamente. Isso porque ele passou a usar, traficar e se prostituir para conseguir dinheiro e continuar nessa vida de ostentação que ele tanto queria. 

Muitas amizades foram feitas, inclusive com dois jovens que foram muito importantes para os eventos que se seguiram… David e Jeff. Dois jovens pelo qual Andrew se apaixonou e teve um relacionamento durante um período. Acontece que com o tempo as mentiras de Andrew passaram a ficar cada vez mais insustentáveis, suas necessidades sexuais ligadas ao masoquismo ficaram mais e mais sádicas e tanto Jeff como David se afastaram de Andrew. Isso foi um dos principais fatores para desencadear a onda de assassinatos cometidos por ele.

Toda essa história e o que aconteceu depois é mostrado de uma forma espetacular neste livro. Maureen Orth conseguiu compilar várias entrevistas e pesquisas da polícia para mostrar a vida de Andrew e seus assassinatos, não só isso como também o trabalho da polícia e do FBI no caso.


Na época a polícia andava meio assustada ainda devido a outro caso importante que aconteceu, o famoso caso de O.J. Simpson. Esse caso influenciou bastante no de Cunanan, pois o livro retrata como a força policial queria manter tudo ao pé da letra para que nenhuma prova fosse descartada. E o livro nos mostra de forma incrível como isso e outros fatores (principalmente de irresponsabilidade) causaram um erro atrás do outro por parte da polícia.

Na medida que você vai lendo a sensação é que você está vendo uma série ou filme onde a polícia é inútil e só aparece no fim quando tudo é solucionado. Seria cômico se esses erros não tivessem causado acontecimentos trágicos e que poderiam ter sido facilmente evitados (como a simples entrega de panfletos).

O livro também retrata de uma forma incrível as preocupações e o modo de vida da sociedade gay de algumas partes dos Estados Unidos, principalmente da forma que eles cuidavam de si e como a polícia e o FBI estavam despreparados para lidar com isso. Sendo que algumas pessoas inclusive evitaram ligar para a polícia na época com medo de “sair do armário”.

Isso inclusive é outro tema representado no livro. Os assassinatos de Andrew expuseram algumas pessoas influentes, principalmente uma de suas vítimas, Lee Miglin, um grande empresário, casado com Marilyn Miglin, uma das maiores vendedoras de cosméticos na época. O caso foi taxado como uma morte aleatória de Cunanan, mas que Maureen relata muito bem como os dois são conectados, além do filho de Lee, Duke Miglin.


Todas as mortes vão acontecendo até por fim chegar a mais famosa delas, a de Gianni Versace, que apesar de ser a mais famosa, ocupa apenas o fim do livro. A obra nos mostra como Versace é a personificação de tudo que Andrew queria ser e não conseguia. Famoso, rico, importante na sociedade, etc. Além de ser o “gran finale” de um Andrew tão desesperado por atenção. 

É desnecessário dizer, mas, mesmo assim irei, que nada disso é spoiler, pois é a história de um caso real. O livro é excelente e muito indicado para quem gosta tanto de casos policiais, como quem gosta de se divertir em uma leitura ou quem é curioso para saber sobre o caso. Uma mistura de biografia com relatos jornalísticos. Favores Vulgares não deve em nada e te prende a todo momento nessa caçada por um dos assassinos seriais mais inusitados dos EUA.

Relatório do FBI

A edição do livro é boa, o que talvez incomode alguns são as letras relativamente pequenas, mas o espaçamento e todo resto é muito bem feito. Nada a declarar.


Fim da caçada

Mais do que recomendo a leitura. O livro é incrível e inspirou a segunda temporada da série American Crime Story (trailer abaixo). Os relatos são precisos e você se sente conectado à história, Maureen não deixou passar nada. A história de Andrew também é interessante, passando de sua infância até sua morte, com todos os mistérios que não puderam ser resolvidos em relação ao porquê e como algumas mortes aconteceram. Um excelente trabalho da Vestígio. A única coisa que não consigo entender é como um livro desse que foi lançado em 1999 só foi publicado aqui no Brasil agora.




Título: Favores vulgares (exemplar cedido pela editora)
Autora: Maureen Orth
Editora: Vestígio
Páginas: 448
Ano: 2018

24 comentários

  1. Caramba!!! Mesmo lembrando vagamente do caso do assassinato na época, confesso que não fazia ideia deste livro e muito menos que a história tão macabra tinha servido de inspiração para a segunda temporada desta série que adoro!
    A mente humana é algo fascinante, mas vou ser bem sincera:odeio isso de meio que justificar os motivos de uma pessoa ter se tornado um monstro. Não é o caso do vitimismo, mas sempre que conhecemos a história de uma pessoa doida das ideias, lá vem aquilo:pobrezinho, foi molestado, sofreu com os pais abusivos..rs
    Tá, é realidade né?
    Com certeza, o livro vai para a lista dos mais desejados!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Eu confesso que não lembrava desse caso, eu era bem novo na época, mas fiquei interessado assim que vi. Quando a justificar os atos, fique tranquila. Isso não acontece não. A questão de Versace ser o que Andrew sempre quis ser e não conseguiu é algo que você acaba percebendo por si só. É realmente uma historia incrível, apesar de doentia.

      Bjs

      Excluir
  2. Meu Deus como estou por fora, não lembro do caso, não conhecia o livro e muito menos que tinha serie baseada em tudo isso!!! OMG. Mas agora que sim, eu adorei essa capa e só pelo título intrigante já se imagina o que vem pela frente. A narrativa parece ser bem eletrizante e se não bastasse, a mistura de biografia com relatos policiais (como comentado), deve deixar o leitor grudado nas paginas. Confesso que quando a historia é muito agressiva, o que pareceu, me deixa mais tensa ainda por se tratar de um caso real. Retratar o modo de vida de uma sociedade gay + "fatos vulgares" devem mostrar uma realidade dura o que certamente deixa aquela ressaca literária. Gostei de saber desse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabiana

      Bom que gostou, realmente é um excelente livro e recomendo ler sim. Eu conhecia a serie, mas não sabia do caso até ler o livro. É uma historia muito interessante, apesar de que sou suspeito para falar pois gosto desse tipo de tema kkkk.

      Excluir
  3. Nossa gente como assim não sabia de nada disso!!! Uma baita história ein. Eu achei o título bem instigante e fiquei completamente curiosa, a cara do personagem na capa chama muito pelo olhar perturbador. Eu já fico imaginando como seria a leitura. adorei toda a sua resenha e a maneira como explicou. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diana

      É sim uma baita historia, tenho certeza que você vai gostar.
      Obrigado ^^
      Bjs

      Excluir
  4. Oi, Fabio.
    Gosto muito desta temática para livros, só que não havia visto este ainda. A série está na minha lista para assistir futuramente, mas já estou pensando em ler este livro primeiro.

    Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giovanna

      Você vai gostar bastante, tanto do livro como da série. Recomendo as duas.

      De nada ^^

      Excluir
  5. Oi Fábio.
    Adorei a resenha que você fez desse livro, concerteza esse livro vai entrar na minha lista de livros de 2019.
    Fiquei super curioso pra ler essa investigação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Breno

      Obrigado. Espero que você goste sim. É muito bom.

      Excluir
  6. Oi, Fábio!
    Fiquei muito curiosa para saber mais sobre esse livro, e realmente como um livro desse não foi lançado antes no Brasil? Enfim, agora é ter a oportunidade de adquirir e quem sabe assistir a série também.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marta

      Realmente, deveria ter sido lançado a um bom tempo porque é muito bom. Recomendo muito. Bjs

      Excluir
  7. Nossa, que livro top! Gosto de livros que não mostram somente um lado da história, mas a mostram completa. É um livro que ja quero comprar, sem nenhum arrependimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana.

      Com certeza você não irá se arrepender. O livro é bem completo e bem escrito, uma historia e tanto.

      Excluir
  8. O livro aparenta ser muito bom mas não gosto muito de livros investigativos. Gostei de como foi trabalhado a historia do assassinato e eu não fazia ideia de que tinha virado uma serie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina.

      Não digo nem que é investigativo e sim uma biografia. Eu acho que vale a pena dar uma arriscada na leitura. Tem grande chance de você gostar.

      Excluir
  9. Eitaaaa, que história, que livro!
    Fiquei com muita vontade de ler, parece ter um ritmo alucinante, além de muitas descobertas assustadoras e chocantes!
    Não sou muito chegada a livros investigativos , mas esse vai pra minha big wishlist! rs
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana

      Olha esse livro é muito bom. Sinceramente fiquei impressionado com ele, detalha tudo muito bem. E é uma experiência incrível ir lendo e acompanhando a serie.

      Excluir
  10. Oi, Fábio
    Não conheço o livro e nem a série.
    Adoro livros que tem investigação tanto de ficção e não ficção, tenho certeza que é uma leitura maravilhosa.
    Esse livro já vai para minha lista, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana

      Olha, recomendo muito tanto o livro como a serie. São duas obras incríveis, vale a pena conferir.

      Bjs

      Excluir
  11. Sei que vai parecer bobagem, mas para mim um erro da edição foi não contar com nenhuma galeria de fotos. Considero que seria essencial para completar a experiência da leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Riba

      Não é bobagem não, realmente teria sido bom, foi erro meu, inclusive na época que terminei a série pensei a mesma coisa, pois na primeira temporada passou o antes de depois e na segunda não. Dica anotada para o futuro. Obrigado =D

      Excluir
  12. Nossa parece ser um livro e tanto, não leria por não gostar do gênero e me sentir mal lendo mas sem duvidas é uma obra completa. Passando pela história de vida do serial até chegar aos seus crimes e mostrando tudo ao leitor para que ele analise ao seu modo. Muito interessante!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana.

      Olha, acho que você poderia dar uma chance a esse livro. Ele não é aquele livro policial clássico, porque é uma historia real. É jornalístico Investigativo, então talvez fosse uma sensação diferente. Ele é muito completo mesmo, recomendo.

      Excluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.