05 abril 2019

Resenha: Deixada para trás

“- [...]. Do que você se arrepende?
[...]
- De não ter atendido ao telefone.”
Boletim de Ocorrência (sinopse)
Nicole e Megan são alunas do último ano da high school de Emerson Bay, uma cidadezinha na Carolina do Norte. Certa noite de verão, elas desaparecem de uma festa à beira do lago. A polícia realiza uma busca intensa, mas não encontra nenhuma pista. Quando já haviam perdido as esperanças de encontrá-las com vida, Megan aparece, milagrosamente, ao conseguir escapar do cativeiro escondido nas profundezas da mata.

Um ano depois, Megan lança um livro contando o seu martírio naquelas duas semanas, e, imediatamente, ele se torna um best-seller e a converte de uma heroína local em celebridade nacional. Trata-se de um relato triunfante e inspirador, exceto por um detalhe inconveniente: Nicole continua desaparecida.

Lívia, irmã mais velha de Nicole, aluna de patologia forense, espera que um dia, em breve, o corpo de Nicole seja encontrado, e caberá a alguém como ela analisar a evidência e determinar finalmente a causa da morte de sua irmã. Em vez disso, a primeira pista do desaparecimento de Nicole surge de outro corpo que chega ao necrotério onde ela trabalha. É de alguém ligado ao passado de Nicole. Então, Lívia entra em contato com Megan para contar a descoberta, e pedir mais detalhes da noite em que as duas foram sequestradas. Como outras garotas também desapareceram, Lívia começa a acreditar que existe uma forte ligação entre todos aqueles casos.

No entanto, Megan sabe mais do que revelou em seu livro. Lampejos de memória surgem, apontando para algo mais sombrio e monstruoso do que o descrito em suas arrepiantes memórias. Quanto mais ela e Lívia se aprofundam, mais se dão conta de que, às vezes, o verdadeiro terror está em encontrar exatamente o que estávamos procurando.


Um livro best-seller
Há algum tempo eu resenhei A garota do lago, livro de estreia do autor Charlie Donlea, e lembro muito bem de ter dito que, apesar da escrita do autor ser muito boa, o livro foi meio decepcionante por ser muito óbvio na minha opinião, acabando por levar três estrelas.

Apesar disso não me desanimei com o autor, já que os boatos de fontes confiáveis me diziam que os próximos livros do autor eram muito bons e que valiam a pena. E cá estou eu feliz da vida por estar escrevendo essa resenha depois de ter sido feito completamente de besta em um livro espetacular.

Deixada para trás começa com Nicole, uma jovem estudante, fugindo de um cativeiro e tentando contatar sua irmã mais velha, Lívia, pois é a única pessoa com a qual ela pode contar. Acontece que sua irmã não atende o telefone e isso faz toda a diferença para a vida de Nicole.

Um ano depois, Lívia, sua irmã, está em seu curso de especialização trabalhando no necrotério, esperando que a qualquer momento o corpo de Nicole apareça e assim ela possa ter um desfecho e dar todo o descanso possível para sua irmã. 

Mas o que acontece é diferente, pois o corpo que chega até sua mesa é de um rapaz que supostamente teria se suicidado ao pular de uma ponte e, seu corpo, depois de um ano, teria se desprendido do fundo do rio para boiar e ser achado por pescadores locais. Ao fazer a necrópsia, Lívia percebe que a história contada por aquele corpo é muito diferente e o pior, pode conter respostas para o que ela tanto procura.

Por outro lado temos Megan, outra aluna do colegial que, além de conhecer Nicole, também foi sequestrada na mesma noite. A diferença é que Megan conseguiu fugir, sendo resgatada por um motorista que passava em uma estrada próxima ao seu cativeiro. Um ano depois de sua fuga ela continua famosa, principalmente pelo fato de que seu livro “Desaparecida” continua quebrando recordes de venda.

Apesar das entrevistas na TV e de sua fama, Megan se sente incomodada pelo fato de que Nicole continua desaparecida e as pessoas parecem não se importar. Para completar, Megan não viu o rosto do seu sequestrador, mas com a ajuda de seu psicólogo ela tenta, através de sessões de hipnose, procurar algo que a ajude a solucionar o caso. E assim, aos poucos, tanto Megan como Lívia vão se aprofundando mais e mais nessa história cheia de reviravoltas, intrigas adolescentes e grupos suspeitos.


Neste segundo livro escrito pelo Donlea podemos notar como sua escrita continua incrivelmente atraente, prendendo o leitor com novas pistas a quase todo capítulo. Inclusive, outra fórmula que se repete aqui são os capítulos pequenos, que eu não canso de repetir que na minha opinião dá a impressão de deixar o livro bem mais rápido de ler. 

Isso não é a única coisa que temos de remanescente da sua primeira obra. Os capítulos que alternam entre passado e presente estão de volta, a diferença é que, ao contrário do anterior, a história do passado é muito mais interessante, fazendo você criar teorias, desconfiar dos jovens, ver que nem todo mundo é o que parece e por aí vai. 

E desconfiar é a palavra chave, não só para um livro policial como este aqui. Durante o começo da obra eu não sabia quem poderia ser o culpado, no meio eu reduzi para dois suspeitos e no fim eu quebrei a cara porque não era ninguém que eu tinha imaginado. E é isso que todo leitor de um bom thriller deseja, uma obra que além de ter uma boa história, tenha um bom suspense e que fique tudo muito bem amarrado no fim, lhe deixando com cara de tacho por não ter adivinhado quem foi. 

Inclusive queria muito contar a história do porque eu daria 4 estrelas, mas o suspeito fez com que meu motivo de reduzir um ponto fosse por água abaixo e o livro voltou a ter 5 estrelas, mas se eu contasse seria spoiler brabo, então, quem quiser saber, me procura no Instagram que conto. Mas, apesar da nota máxima, devo confessar que o fim do livro é meio corrido, podendo incomodar algumas pessoas - não foi meu caso -, o que não vai tirar o brilho da obra, apenas fazer você não querer dar uma nota maior. 

Investigando o cativeiro
As obras da Faro continuam muito boas, com detalhes e acabamentos excelentes, uma fonte ótima e um detalhe importante, os capítulos do passado tem uma folha com uma tonalidade mais escura, fazendo com que você não confunda, o que faz toda a diferença. 

Se eu fosse reclamar de algo seria apenas das capas. Não que sejam feias, eu só não sou fã de capas com pessoas, mas seria injusto reclamar de algo que é implicância minha e que devo admitir que no caso dos livros do Donlea elas são até legais (tirando a do terceiro livro). 

Grupo de resgate
Enfim, parece que os boatos eram verdadeiros, os livros do Donlea - que não A garota do lago - entregam sim uma excelente história, consagrando o autor como um dos novos grandes autores de thrillers da atualidade.

Com uma evolução muito clara na escrita e uma história muito envolvente, Deixada para trás é um livro para qualquer fã do gênero e para os que querem se aventurar na área. E o melhor, ao contrário de muitas séries de detetives por aí, os livros dele realmente são independentes, ou seja, você pode ler na ordem que quiser.

Com personagens muito bons e que fazem você desconfiar de todos, Deixada para trás provavelmente irá te fazer de besta em um thriller de alta qualidade, mostrando como a Faro acertou em cheio ao trazer esse autor para o Brasil.

Aguardando ansiosamente o próximo lançamento que será simultâneo aos EUA em Maio, se não me falha a memória. 

Até lá, e saia desses grupos suspeitos de Whatsapp =*


Título: Deixada para trás (exemplar cedido pela editora)
Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Páginas: 368
Ano: 2017

28 comentários

  1. Oi Fábio!
    Quero muito ler esse livro e conhecer o autor, só vejo elogios!
    É ótimo qnd vc tá achando q o livro n pode melhorar e ele vai e te surpreende! hahah
    A Colecionadora de Histórias - Blog

    ResponderExcluir
  2. Olá Carol

    Verdade, tão bom ser surpreendido. Olha, recomendo o autor sim, mas recomendo pular o primeiro livro e depois que ler todos pegar ele como curiosidade. =D

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adoro esse tipo de história que me deixa sem chão ao final e com a sensação de “puxa, como eu não vi isso”. Toda história parece trazer isso, já estou aqui em cólicas querendo entender e descobrir o que de fato aconteceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elizete.

      Se você gosta desse tipo de livro, com certeza então vai adorar Deixada Para Trás. Recomendo muito.

      Excluir
  4. Olá!
    Eu já li varias resenhas em relação a esse livro e por sinal tenho ele na estante mas ainda não tive o momento de ler mas estou desejando muito. A trama é muito boa e me deixa um tanto curiosa por ele..

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lily.

      Te entendo perfeitamente. Quando estiver na vibe de ler um thriller já sabe por onde começar.

      Excluir
  5. Sou apaixonada neste livro!!! Uma das minhas melhores leituras. Sei lá, foi aquele tipo de livro que fiquei segurando para virar as páginas. Ao mesmo tempo, ávida por saber o que havia acontecido, mas com medo de me decepcionar ou descobrir cedo demais o que tinha acontecido.
    Um suspense incrível e oh, uma edição lindíssima da Faro! Tamanho das letras, páginas(para "euzinha" que tenho problemas visuais graves, isso faz uma diferença enorme).
    E só descobri o final, quando chegou no final.rs Nunca em sã consciência descobriria o que tinha acontecido de fato.
    Leitura super recomendada!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Olha, que eu passei por tudo isso ai também viu kkkk. Assim como compartilho da questão dos problemas visuais kkkk. Então demos sorte nesse livro. Ainda bem.

      Bjs

      Excluir
  6. Faz tempo que nao leio nada do tipo e até animei com as coisas que disse dele porque tem tudo de que gosto nesse tipo de história. Mistério, uma trama mal contada e que o personagem vai descobrindo nao ser o que parece, passado suspeito, ate isso de passado e presente que gosto bastante, reviravoltas, pistas e coisas pra ficar ali matutando nas coisas...parece legal por isso. Aqueles capítulos nao muito longos que ajudam mesmo a acelerar o livro. Uma trama que deixa curiosidade pra saber mais e desvendar todo o mistério. Bom. Gosto de livro assim quando é desse jeito. E é ótimo ver uma evolução do tipo num autor que a gente nao acabou gostando tanto num primeiro livro ou algo assim. Anima a conhecer mais né. Se bater vontade de algo do tipo ja tenho uma dica do que pegar de leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cristiane.

      Exatamente, se tiver vontade de ler um bom thriller já recomendo começar por esse. Não só esse como Ninfeias Negras. Dois livros que são só sucesso.

      Excluir
  7. Olá Fábio
    Eu gosto bastante desse gênero literário, onde a escrita nos prende e a história é cheia de mistérios. Obrigada pela dica
    Um abraço
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberta

      Espero que possa dar uma lida nele então qualquer dia.
      Abraço.

      Excluir
  8. O livro parece ter uma história muito interessante. Gostei muito.

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.blog/

    ResponderExcluir
  9. Adorei essa premissa, fiquei intrigada a todo momento já na resenha tentando adivinhar o que aconteceu como a Megan conseguiu escapar e se Nicole esta mesmo morta. Por outro lado a desconfiança em todo mundo já que não saquei nenhuma pista de quem pode ser o culpado kkk Com certeza uma leitura de tirar o fôlego que prende o leitor do começo ao fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana.

      É um livro para se desconfiar mesmo. Mas é muito bom. =D. Espero que leia um dia.

      Excluir
  10. Fábio!
    Tive oportunidade de ler A garota do Lago e até gostei, embora tenha discordado de algumas coisas e fico bem feliz em ver que esse novo livro da autora, é um thriller quase completo, carregado de suspense, mesmo com o final corrido, mas traz o principal que é surpreender o leitor em relação ao culpado.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  11. Olá Rudy

    Exatamente, é bem completo. Dificilmente não irá agradar alguém.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Eu conhecia esse livro apenas de vista, essa foi a primeira resenha que li sobre ele e agora estou simplesmente louca para lê-lo, principalmente por causa do suspeito inesperado. Ainda não tive a oportunidade de ler nenhuma obra do autor, mas se for para começar eu com certeza irei optar por Deixada para trás.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pamela

      Olha, se tiver a oportunidade leia viu. Eu também recomendo começar por esse livro. A Garota do Lago você pode ler depois por curiosidade, mas não recomendo para começar.

      Excluir
  13. Tenho buscado leituras diferentes das minhas habituais. E entre elas bons thrillers. Já tinha lido a sinopse de "Deixada para trás" e tinha achado interessante. A resenha me deixou mais curiosa e ansiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana

      Ótimo. Existe uma grande chance dessa ser uma leitura muito boa para você, recomendo muito. =D

      Excluir
  14. Oi, Fábio!
    Não conheço a escrita do Charlie Donlea, mas gosto de thriller e tenho interesse em ler seus livros, principalmente Deixada para trás...
    Ah, sem dúvida o leitor de thriller deseja se surpreender e ficar com cara de tacho por não ter advinhado quem era o culpado no final da leitura, ó sentimento bom esse rsrs Amo livros de suspense que nos faz desconfiar de todos!
    No momento estou fugindo de séries então livros independentes igual a Deixada para Trás são com certeza bem vindos!
    Bjos, valeu pela dica!

    ResponderExcluir
  15. Olá Any

    Olha, recomendo muito viu. Ele escreve bem demais =D. Você vai gostar bastante, tenho certeza =D. Não vai querer mais largar o autor kkkkk

    Bjs =*

    ResponderExcluir
  16. Não curto livros muito óbvios, prefiro livros com certos suspenses. Mas gosto da história apresentada, pois nos da uma curiosidade para saber dos fatos. Enfim, é um livro que talvez não me surpreenda tanto, mas estou curiosa para saber como termina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana

      Esse livro é tudo, menos óbvio kkkkkk acho que você pode se surpreender.

      Excluir
  17. Oi, Fábio
    Ainda não li nada do autor, porém morro de curiosidade para conhecer sua escrita.
    Thriller é um dos meus gêneros favoritos, sem palavras para descrever meu amor.
    Li algumas resenhas de Deixada Para Trás, mas a sua esclareceu algumas dúvidas que tinha sobre a trama.
    Quero muito ler e vou te incomodar no instagram porque não ligo de ter spoiler, kkkk.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi, Fábio!!
    Vou começar a ler os livros de Charlie Donlea e estou muito empolga pois adoro livros de thrilles e agora estou mais entusiasmada ainda para ler os livros do autor.
    Bjos

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.