19 julho 2019

Resenha: Rangers III


Olá,

Decidi dar andamento em algumas séries que estão paradas na estante e a escolhida do momento foi Rangers - Ordem dos Arqueiros. Havia parado no segundo livro e resolvi retomar com o terceiro. Estava um pouco cansada das minhas leituras atuais e ler uma aventura jovem e divertida foi uma das decisões mais assertivas desse mês.

O livro II, Ponte em chamas, termina com a captura do nosso pequeno arqueiro Will e da sua nova amiga Evanlyn, e o livro III, Terra do gelo, inicia com os dois personagens sendo levados pelos escandinavos para sua terra fria, distante e remota. Os dois araluenses, muito assustados com a captura, logo descobrem que ondas gigantes podem ser muito mais assustadoras, e que passar dias em alto mar pode não ser muito agradável. 

A época das grandes tempestades chegou e com isso o capitão Erak decide se refugiar em uma ilha onde os escandinavos costumam ficar nesse período. Com isso, Will e Evanlyn passam a trabalhar para os escandinavos, limpando e cozinhando para eles. Descobrem também que alguns escandinavos podem não ser tão cruéis quanto eles imaginavam, e logo ficam sob proteção do Jarl Erak. Esta proteção é discreta, pois o Jarl jamais poderia ser pego ajudando inimigos. O Jarl protege Will e Evanlyn dando-lhes pequenas mordomias e aliviando um pouco as coisas para ambos no quesito tarefas, castigos, comida.

Passada a época das tempestades, a viagem para a Escandinávia continua e, chegando lá, ambos são entregues como escravos para o oberjarl Ragnak, que destina Evanlyn para a cozinha e Will para o pátio. Então a “vida boa” dos dois termina, pois a Escandinávia é extremamente fria, e as tarefas são duras, com poucas horas de descanso, pouco alimento e somente um trapo para se aquecer nas noites geladas. Para Evanlyn é um pouco melhor, visto que ela trabalha perto do fogo e uma lareira fica acesa de noite para eles. Para Will, porém, a coisa fica terrível: ele dorme com os demais escravos do pátio dentro do estábulo, onde não existe proteção alguma do frio. 

Para piorar a situação existe um grupo de pessoas que supervisionam os escravos do pátio, e essas pessoas são cruéis e maltratam os escravos constantemente. Os próprios escravos entre si não se ajudam e roubam os finos cobertores uns dos outros. Por esse motivo, os escravos do pátio duram pouco tempo. Logo, o frio intenso se torna o constante amigo de Will, que chega a esquecer como era se sentir aquecido.

Enquanto isso em Araluen, Halt, revoltado por ter seu pedido de resgate a Will negado pelo rei Duncan, resolve criar uma situação muito perigosa para ser expulso do reino, e consequentemente ser liberado da sua função de arqueiro do rei para poder viajar e cumprir sua promessa de encontrar seu jovem aprendiz. Sua cena chega no resultado esperado e ele parte tristemente na sua jornada de busca, porém, não sozinho, afinal, mais pessoas se importam com o jovem Will.


O mar não está para peixe para nenhum dos nossos personagens, e todos eles terão muitos problemas para resolver, problemas que podem impedir nossos dois jovens de sair daquela situação terrível, e que podem também impedir Halt de cumprir sua promessa.

Este é um livro para jovens, extremamente bem escrito, com uma narrativa que te deixa vidrado e curioso a cada página. A diagramação do livro é superconfortável, porém, a revisão deixou muito a desejar. Apesar disso, a leitura é válida e indicada.

Abraços.


Título: Terra do gelo
Autor: John Flanagan
Editora: Fundamento
Páginas: 256
Ano: 2009

11 comentários

  1. Nossa, fiquei muito interessada nessa série, mas aí fui procurar sobre ela e são 12 livros???? Nem sei se tenho pique para começar uma série tão grande assim. kkkkkkkkkkk
    Mas quero tentar. Gostei das aventuras e reviravoltas e essas lutas no frio escandinavo. Gosto de livros assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Nil,

      então, são 12 livros sim kkkk
      mas confesso que são rápidos e faceis de ler. A diagramação dos livros também é excelente :)

      Excluir
  2. Olá! ♡ Já tinha ouvido falar dessa série, mas sem muitos detalhes, então não imaginava que a premissa dela me agradaria tanto quanto agora que sei mais sobre o que ela se trata.
    Também estou precisando de uma leitura divertida e cheia de aventura. Acho que essa série é perfeita para eu variar um pouco minhas leituras.
    Fiquei comovida com Will e Evanlyn, espero que eles sejam resgatados.
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  3. Puxa...Confesso que não sabia desta saga de livros, mas estou encantada com o enredo. Amo isso e adorei ler sobre a Escandinávia ali. Sei lá, sempre foi um lugar que mexeu comigo. Um lugar meio sombrio, meio...nórdico??
    Me lembrei de uma série quando estava lendo a resenha, Spartácus! E com certeza, quero demais conferir todos os livros desta saga!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      sim, a Escandinávia é uma região nordica :) você vai adorar, uma série muito delicinha de ler.
      beijão

      Excluir
  4. Oiii ❤ Já faz um tempinho que não leio livros mais juvenis, repletos de aventuras, então acho que essa série seria ótima pra mim, já que ultimamente tenho lido apenas livros que não tem muito da leveza que livros juvenis têm.
    Fiquei intrigada pra ler o primeiro e ainda mais o segundo livro pra saber melhor sobre o que levou ambos os personagens a serem levados como escravos para a Escandinávia. Um horror fazerem duas crianças passarem por isso. Espero que não demore pra que eles sejam resgatados.
    Com certeza, vou querer fazer a leitura dessa série, apesar dela ser um tanto grandinha rsrsrs. Beijos ❤

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Uau! Fiquei bastante interessada por esse livro até irei procurar mais para saber dele. Tem uma ótima premissa e com uma historia bem envolvente. Espero ter a oportunidade de ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  6. OI, como assim é um livro para jovens???? É um livro pra todo mundo, okay??? hahahaha eu amo essa série e vou defende-la até o fim!!! É uma das minhas favoritas e uma das poucas que tenho completas

    ResponderExcluir
  7. Oi, Silvana
    Já tinha ouvido falar sobre essa série, mas não tinha lido nenhuma resenha.
    Mesmo esse sendo o terceiro livro gostei muito do enredo onde os personagens sofrem muito e ainda podemos conhecer mais sobre outras culturas.
    Quero ter chance de conhecer essa saga, beijos!

    ResponderExcluir
  8. Essa não é aquela série gigante com 14 mil livros?? kkkkkkkk
    Eu tenho muita vontade de ler ela, mas é igual vc começar a assistir uma série de tv com muitas temporadas (tipo Supernatural com 15)... essa quantidade desanima muito...
    Ainda estou esperando alguém me convencer a ler, mas vc usou uma palavra chame q eu não sabia q esse livro se passava: Escandinávia. EU SOU APAIXONADA!!!!! Vikings no coração e mitologia nórdica na veia. Talvez eu dê a chance pro primeiro livro kkkkkkk

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.