26 agosto 2019

Resenha: O sabor do pecado


Olá leitores, 

Depois de perder a primeira noiva para um soldado das colônias, Lorde Vale foi trocado mais uma vez, só que dessa vez a humilhação é ainda maior, pois a noiva o abandona no altar para ficar com um vigário! SIMMMM, MANAS, MAIS UMA VEZ NOSSO LORDE CONQUISTADOR FOI REJEITADO! Quando eu li isso eu só fiz rir, sério. Dono de uma das maiores fortunas da Inglaterra, Vale deseja se casar para garantir um herdeiro, mas sua busca por uma esposa tem rendido uma sequência de humilhações públicas, quase que inacreditável. 

Melisande tem observado Jasper Renshaw silenciosamente por anos, como ele nunca a notou (sério, ele nunca notou mesmo!), ela não achou que valia a pena suspirar por ele pelos cantos. Quando ele ficou noivo da melhor amiga, ela ficou calada, e continuou calada quando alguns meses depois ele noivou com outra debutante sem graça, mas quando ela o vê perder a segunda noiva, sente que chegou a sua vez e numa demonstração de ousadia completamente inesperada por qualquer um, ela propõe ser sua terceira noiva e ele aceita por acreditar que será uma solução simples para o seu problema. 

Essa ousadia escondida por Melisande me fez gostar um pouco mais dela, desde o primeiro livro já imaginava que ela escondia algo sob aquela fachada reservada. Acontece que a mocinha não é tão reservada quanto parece, ela esconde um fogo por baixo das saias que deusmedefenderay, eu não sei o que me deixou mais chocada na noite de núpcias se foi o comportamento do Visconde ou se foi a decepção óbvia da esposa aos momentos compartilhados com o marido na cama. 


Acho que “imprevisível” resume bem esse livro, a mocinha não faz a linha “bela, recatada e do lar”; e o visconde, que sempre parecia ter as palavras açucaradas para encantar as ladies, é incapaz de elogiar a esposa sem ofendê-la indiretamente. Essa falta de jeito dele rende momentos divertidos na leitura porque a gente sabe que ele se enrola, pois o jeito tranquilo e divertido que ele exibe em sociedade não passa de uma representação, mas com a esposa ele não consegue representar o tempo todo e os traumas vividos na Colônia, quando o seu regimento foi exterminado, faz com que o verdadeiro Jasper Renshaw se esconda atrás de uma barreira difícil de ser ultrapassada. O lorde confiante, visto nos salões de baile, não é o mesmo homem com a alma cheia de cicatrizes com quem Melisande se casou, e ele sabe que a esposa não é a mais bela e perfumada das flores, mas os sentimentos estão ali para serem explorados. 

Meu comentário vai parecer clichê, mas não tem outro que melhor possa definir a evolução da Melisande apagada do primeiro livro para essa mulherão cheia de vontades e opiniões que conhecemos em O sabor do pecado, ela desabrochou. Antes reservada, não se expressava, aguentava tudo quietinha e raramente expressava uma opinião, neste livro descobrimos que ela preferia não chamar atenção para si, mas que guardava e tecia fortes opiniões sobre tudo. Fatos do passado também foram evidenciados e nos ajudaram a compreender melhor porque ela é tão áspera e antissocial, esperava que esses fatos fossem mais explorados para compor a narrativa, o que acabou não acontecendo e isso foi decepcionante, todas amamos um melodrama literário. 


A narrativa deste livro difere de O gosto da tentação, sendo esta mais desenvolta e agradável. Dei boas risadas com as pataquadas dos dois e realmente entrei na torcida para que o casal desce certo. Além disso, sabemos que a investigação sobre o traidor de Spinner Falls foi legado ao Visconde, então, além de muita sedução — não disse por parte de quem — também precisamos lidar com o obscurantismo da investigação que mais uma vez nos apresenta uma linha de suspeitos difícil de solucionar. 

A escrita da autora me pegou de jeito desde o início, dessa vez, e é por enquanto o meu favorito, ele me fez ficar ainda mais enlouquecida por essa série dos soldados, tenho minhas teorias sobre quem é o traidor. No primeiro livro eu errei com gosto, mas nesse segundo livro eu acredito que cheguei mais perto. Seu eu tivesse os quatro livros na minha estante tenho certeza que já os teria devorado. Espero que vocês também leiam e se encantem pela escrita da Elizabeth tanto quanto eu. 

Sobre a edição: a fonte tem um tamanho confortável, a leitura e as folhas são amareladas e a capa desse livro, assim como a do livro anterior, é muito bonita. A diagramação dos capítulos também, muito delicada e trazendo os contos dos soldados em fonte diferenciada, eu não sinto que ler os contos é importante para compreender a história, então, fiquem à vontade para os ler ou não, mas são fábulas bastante criativas.

Abraços!

O Sabor do pecado é o segundo livro da trilogia A lenda dos quatro soldados e vocês podem conferir a resenha do primeiro livro aqui. O terceiro livro, As garras do desejo ainda não tem data de publicação definida.

Título: O sabor do pecado (exemplar cedido pela editora) 
Autora: Elizabeth Hoyt 
Editora: Record 
Páginas: 364 
Ano: 2019

10 comentários

  1. Eu não li o primeiro livro,mas ando adorando acompanhar esta série e oh, posso até estar errada, mas senti que este segundo pode até melhor que o primeiro, é isso???
    Antes de tudo ficou para mim, impossível não associar o nome da personagem aquela personagem de Got..rs
    Mas depois vem isso da atitude de uma mulher ainda mais sendo assim, noutra época. Mulheres que sabem o que desejam e aguardam o momento certo para agirem, é algo que admiro demais(quisera eu ter essa paciência e atitude) rs
    Mas brincadeiras à parte, adorei ler tudo acima e já mesmo sem conhecer, estou torcendo para que tudo tenha terminado muito bem e com muito romance!
    As capas dos dois livros são um show à parte e espero muito poder conferir ambos!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. ESSE LIVRO É A SEQUENCIA DE O GOSTO DA TENTAÇÃO???????????? EU NAO SABIA Q TINHA SEQUENCIA!!!!! MEU DEUS, MEU DEUS, MEU DEUSSSSS HHAHAHHAHHHAHAHA
    Eu estou quase acabando de ler O Gosto da Tentação, q comecei a ler por indicação suas, amei a resenha. Eu decidi nao ler essa resenha aqui agora, pq vou ler o livro imediatamente após ler o primeiro e nao quero spoilers, mas quando eu finalmente ler, eu venho ver a opinião de vcs ♥

    ResponderExcluir
  3. Olá! ♡ Diferentemente do primeiro volume, que dividiu opiniões, pelo que tenho visto, este segundo volume esta agradando muita gente, até agora só li resenhas positivas sobre ele. Minhas expectativas estão bem altas para essa história!
    Uma coisa que me agrada bastante, é que além do romance, o livro também conta com essa investigação, que para mim é um diferencial no gênero. Adorooo livros com investigação!
    Ainda não conheço a escrita da autora, mas ela parece ser muito fluída! Esse parece ser um daqueles romances de época gostosos de ler e cheio de diálogos divertidos.
    Quero muito conhecer a Melisande e o Jasper, ambos parecem personagens maravilhosos!
    A edição é linda, a Editora fez um ótimo trabalho, com certeza.
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  4. Olá! Mas gente, confesso que já tinha descartado essa série, mas agora depois dessa resenha, vou rever isso aí (risos). Mas também em se tratando de romances de época, fica difícil resistir! É ótimo saber que a história melhora e aqui temos uma leitura mais leve e divertida, além daquele toque de mistério.

    ResponderExcluir
  5. Apesar de não gostar nem um pouco das capas dos livros dessa série, eu estou achando que esse segundo livro é bem interessante. Estou muito curiosa para conhecer toda a ousadia da Melisande e ver como vai ser esse relacionamento entre ela e Jasper.
    Pretendo ler a série mas não estou tão ansiosa por ela.

    ResponderExcluir
  6. Oiii ❤ Ainda não comecei a ler essa série, mas ela já está na minha lista de desejados. Além de parecerem ótimas histórias, as capas dos livros são lindas e gosto que fogem do estilo de capa de romances de época.
    Achei bem inusitado e legal Melisande oferecer a Jasper sua mão em casamento, estou muito curiosa para ler essa cena, já que não é algo que vemos sempre em romances de época.
    Muito triste o que aconteceu aos parceiros Jasper no passado e que, ele tenha que encenar para a sociedade que está tudo bem, mesmo não estando.
    Estou muito curiosa sobre o romance entre Melisande e Jasper já que os diálogos entre eles parecem bem engraçados.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Fiquei bastante curiosa por esse seria a muito tempo, ainda não tive oportunidade de ler mas pretendo muito. A trama e bem envolvente, uma premissa ótima e que me deixou à beira da loucura para ler. Como faz? Hahaha
    Espero mesmo poder ler em breve!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  8. Uma das coisas legais dessa trilogia é o equilíbrio de ingredientes que oferece ao leitor vários sentimentos durante a leitura. Tem romance, drama, segredos e humor. Isso me deixa curioso para ler também, afinal gostei das coisas que li sobre o primeiro e esse segundo livro.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jéssica
    Ainda não li nada da autora e quero muito conhecer sua escrita.
    Li algumas resenhas desse livro, mas a sua trouxe alguns detalhes sobre essa trama que eu achei bem engraçadas sobre o casal.
    Quero poder ler em breve, beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi!! Ainda nao conhecia o livro, mas achei a capa bem fofa. Sinceramente eu acho que hoje em dia as mocinhas fortes e decididas são bastante comuns e um dos maiores clichês dos livros de romance de época; Mesmo assim eu acreidto que eu leria o livro com prazer, mas nâo é um que eu compraria antes de ler, pra ter certeza de que não seria uma decepção haha

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.