03 outubro 2019

Resenha: Um marido de faz de conta


Oi, galera, mais uma vez vim aqui falar de um romance de época de deixar nossos coraçõezinhos apaixonados palpitando por mais. Um marido de faz de conta tem quase trezentas páginas, mas isso não me impediu de devorar o livro em poucas horas. Desde então eu venho sofrendo do que gosto de chamar de depressão causada por abstinência de irmãos Rokesby.

Por ser um Rokesby, Edward tem o poder e a força do sobrenome da família à disposição, mas ser o segundo filho o deixou com a missão de ser útil de outra forma que não como o herdeiro de um condado, e é por isso que ele acaba servindo no exército de Sua Majestade, e, após partir numa missão secreta pela região dos portos americanos, reaparece inconsciente, quase morto e sem nenhuma lembrança dos últimos três meses. 

Cecília é a mocinha forte e audaciosa que esperamos ver nos romances, mas que também possui uma face tranquila e gentil. Quando recebe a notícia de que o irmão desapareceu nas colônias, ela é louca o suficiente para viajar até o continente desacompanhada com a missão de encontrar a última pessoa da família com a qual se importa. Mas ao invés disso ela encontra Edward, o melhor amigo do irmão, inconsciente e às portas da morte. Mesmo sabendo que ficar à disposição do Rokesby adoecido significaria a ruína dela, ela se entrega aos seus cuidados determinada a salvar ao menos uma alma, já que o irmão está longe de ser encontrado. Ela vê nisso uma chance de fazer valer sua atitude imprudente, mas para ser autorizada a cuidar dele ela precisa se arriscar ainda mais: ela diz a todos que é sua esposa! Ela não era mais a simples senhorita Harcourt, ela era a sra. Rokesby, nora de um conde. 


Quando Edward desperta sem lembranças, ele prefere não discutir a nova informação, afinal, Cecília é a irmã mais nova do seu melhor amigo e eles já trocaram várias cartas, ele a conhece bem, ela não mentiria para ele, ou mentiria? 

Enquanto se recupera e tenta se lembrar de pistas que levem ao paradeiro do melhor amigo, Edward se esforça para criar um relacionamento afetivo sólido e aproveita esse tempo para conhecer a esposa, criando a intimidade necessária para estabelecer uma relação que os torne verdadeiramente um casal. Ele tem aquele jeitinho de quem gosta de fazer tudo da forma correta e serena, sem nunca se estressar ou deixar de levar os pensamentos do outro em consideração, todas essas características juntas tornam impossível não se apaixonar pelo personagem logo nas primeiras páginas do romance. 
“Estava se apaixonando por ela? Não lhe ocorria nenhum outro motivo para que estivesse se sentindo daquela maneira, como se seus dias só começassem de verdade depois de vê-la sorrir. Ele estava se apaixonando por ela. Antes mesmo de se conhecerem, ele já estava meio apaixonado e talvez jamais se lembrasse dos eventos que o haviam conduzido àquele momento, mas certamente haveria de se lembrar disso. Daquele beijo. Daquele toque. Daquela noite.” 

Gostei muito do casal, da forma como eles não são egoístas nem nos momentos mais tensos, eles não são cem por cento corretos o tempo todo, mas quem é? A história em si mantém um ritmo calmo, sem grandes reviravoltas mas isso não a desvaloriza. Muito pelo contrário. O relacionamento deles realmente é o grande destaque, principalmente o dilema moral de Cecília que, a partir do despertar de Edward, poderia ter saído da situação apenas com a reputação manchada, mas, por motivos que prefiro deixar que descubram por conta própria, ela acabou optando por levar a farsa por um caminho do qual seria impossível retornar com a reputação intacta. 

Cecília e Edward são os mocinhos e mocinhas por quais todos os autores procuram, não são perfeitos, guardam segredos, e, desde que não fira ninguém, são capazes de uma boa dose de manipulação. Mas na mesma medida, são atenciosos, protegem e se doam pelo outro. Mesmo quando um deles sente raiva, os sentimentos do parceiro não são ignorados. 

Um marido de faz de conta é romântico, autêntico e cheio de fortes emoções. Adorei a leitura e recomendo a todos que conheçam e leiam não somente este livro mas também o primeiro da série, Uma dama fora dos padrões, que é igualmente apaixonante. 


Um marido de faz de conta faz parte da série Os Rokesbys, que conta ainda com Um cavalheiro a bordo, lançado em julho deste ano. 


Título: Um marido de faz de conta 
Autora: Julia Quinn 
Editora: Arqueiro 
Páginas: 294 
Ano: 2019

14 comentários

  1. Julia Quinn é sempre maravilhosa. Eu ainda não comecei a ler essa série Rokesbys, mas vejo muita gente falando super bem dos enredos, principalmente dos mocinhos. E o melhor é que a autora cria personagens mais verdadeiros, que não são perfeitos. Isso é ótimo! Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi Jessica
    Eu tinha esse livro e duas vezes ele passou pela minha mão, mas não consegui terminar. Eu perdi um pouco o apreço pela Julia Quinn, suas obras não me prendem mais como antigamente. Não sei porque, talvez seja uma fase. Mas pretendo ler essa obra futuramente.
    Beijo
    Estou fazendo minha coleta de dados para o meu TCC. Então convido você a responder mais uma pesquisa (é a última, prometo)
    Pode enviar para o pai, irmão, amigos, TODO MUNDO PODE RESPONDER! Quanto mais melhor, please.
    Responder o formulário
    Capítulo Treze
    INSCREVA-SE NO CANAL

    ResponderExcluir
  3. Mesmo não tendo lido o livro anterior e não sabendo nada sobre os irmãos, somente o que leio nas resenhas, esta saga é uma das que mais sinto vontade ler da autora.
    Desde as capas até os personagens, Júlia é uma autora única, que consegue deixar o mais simples, o mais gostoso de ser lido e pelo que li acima, mais uma vez ela apresenta dois personagens totalmente reais e que sim, conseguem manter a história ímpar sem muito esforço!
    Espero ler todos os livros em breve!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jessica!

    Eu adorei esse volume também, achei muito fofo e envolvente, um casal que não tem como não torcer por eles. Adorei a resenha!!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Jéssica.
    Seu o enorme sucesso a respeito dos romances de época da Julia Quinn e mesmo com tantos elogios que leio em resenhas não consigo me conectar com essas obras por se tratar de uma época onde o machismo era pior do que agora. Mesmo as personagens mais fortes ou o casal mais fofo não me faz mudar de ideia.

    Silviane, blog Memento Mori • @kzmirobooks

    ResponderExcluir
  6. Jéssica!
    Já li o primeiro livro dessa série e como sou apaixonada pela autora, quero muito ler esse também, ainda mais sabendo que as personagens são quase perfeitos e o protagonista é um fofo e romântico, já quero.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Oi! Eu ainda não li nenhum dos livros de Júlia Quinn, mas assisti e li várias resenhas sobre a coleção dos Rokesbys e fiquei apaixonada. Quero muito ler a esses livros e estou torcendo para que mais sejam lançados. Gosto muito de literaturas românticas e de época, então tenho grandes expectativas nesses livros.

    ResponderExcluir
  8. Jade Passos07/10/2019 11:40

    Amo a Julia Quinn e preciso ler esses livros logo.
    Todos os livros dela são maravilhosos, o tempo esta um pouco curto nesses últimos tempos, mais vou tentar encaixá-los antes do fim do ano.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Julia Quinn se tornou a minha rainha dos romance de época, amo os livros dela e com certeza quero ler esse né. Tem uma historia interessante e que me deixou bastante curiosa para onde vai levar essa farsa né. Espero muito ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  10. Olá! Já li o primeiro e esse segunda livro dessa série, estou amando, Julia Quinn arrasando como sempre, sou bem suspeita pra falar pois curto muito um romance de época, história apaixonante mesmo, ansiosa pra ler o próximo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Meninaaa, acredita que nunca li nenhum livro da autora?
    Acredito que o nome do livro devia ser "Um Casal de Faz de Conta", já que os personagens são tão "perfeitinhos". kkkk

    ResponderExcluir
  12. Olá, Jéssica
    Ainda não li nada da autora e tenho muita vontade de conhecer sua escrita.
    Cecília ė uma mocinha esperta e forma um casal cativante com Edward, espero que ela tenha encontrado seu irmão.
    Não vejo a hora de começar a ler essa série, beijos.

    ResponderExcluir
  13. Sou super apaixonada pelos livros da Julia Quinn e meu objetivo é ler todos seus livros. Um Marido de faz de conta parece ser muito legal, pelo o que acompanho pelas resenhas. Quero ler o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Nunca li nada da Julia Quinn . Tenho dois livros dela aqui, os dois primeiro da série Os Bridgerton, mas confesso que continuo enrolando para ler.
    Na verdade, só li um livro de romance de época até hoje. Pretendo colocar alguns na minha meta de leitura para 2020, poia em 2019 já sei que não vai rolar.
    Acho que o que mais chama a minha atenção nos livros da Julia, é que sempre vejo comentários positivos em relação as representações das personagens femininas.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.