Resenha: Ilusões e loucuras das massas

Por Fabio Pedreira •
20 julho 2020

Está todo mundo louco
A história registra ao longo do anos vários atos de loucuras ou ilusões coletivas. Atos que muitas vezes tiveram até papel importante na mudança do curso da humanidade. Pensamentos e ações por parte de poucos que acabaram movimentando milhares. Isso em uma época que uma mensagem durava meses para chegar até outra pessoa.

Mas se engana quem pensa que isso era coisa que só acontecia no passado, que atos sem sentido, como as cruzadas por exemplo, não poderiam acontecer novamente. Uma grande diferença do livro de Charles Mackay é que ele não só relata esses atos que aconteceram no futuro, como também mostra que eles podem viver em um loop, acontecendo de tempos em tempos.

A edição da Faro complementa isso, fazendo um paralelo entre os casos relacionados por Mackey com casos atuais que ocorreram no Brasil ou no mundo. E para não dizer que pouco pode se repetir, os casos apresentados são os mais variados possíveis, passando de loucuras financeiras até casas assombradas.


É incrível notar como um livro escrito em 1841 continua tão atual. O livro é dividido em seis categorias, que variam entre as loucuras financeiras até acreditem ou não, a influência da política ou religião na barba ou corte de cabelo. Era capaz de você ser castigado por ter um corte que não fosse considerado adequado.

Outro ponto forte do livro é que a linguagem é totalmente acessível. Apesar de falar sobre atos medonhos da história, ele acabou optando por escolher casos mais leves, inserindo inclusive uma certa dose de humor, não muito, mas que é certamente notável. Aliás, as partes que fazem relação com a atualidade são as que deixam essa característica mais evidente. Em alguns momentos eu até ri.

A linguagem do autor felizmente não é técnica, o que deixa a leitura mais fluida. O que é bem louvável, já que dessa vez a fonte escolhida pela Faro não ajudou muito, com uma letra um pouco pequena demais. Mas a forma de Mackay passar as informações ajudaram bastante, tanto que achei que a primeira parte, apesar de tratar-se de questões financeiras, acabou sendo tranquila. A única parte que foi mediana foi o final, onde ele resolve tratar das Cruzadas. Mas isso foi mais devido ao assunto propriamente dito do que da escrita em si.

No fim, Ilusões e loucuras das massas é um bom livro para quem gosta de não ficção e que se interessa por fatos históricos curiosos. Certamente você aprenderá mais sobre história e poderá notar como ela se repete, e assim tentará aprender com os erros do passado para não reproduzi-los no futuro. Além de se divertir.



Título: Ilusões e Loucuras das Massas (exemplar cedido pela editora)
Autor: Charles Mackay
Editora: Faro Editorial
Páginas: 224
Ano: 2020 (Ano original 1841)
Compre: aqui

Comentários via Facebook

16 Revelaram sentimentos:

  1. Olá! É engraçado (ou seria triste!?) que hoje essas loucuras sejam tão mais facilmente compartilhadas por aí, e que um livro escrito no século passado esteja mais atual do que nunca (???), com certeza é um livro que eu gostaria de conferir, por trazer fatos que aconteceram de verdade em uma linguagem tão bacana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elizete.

      Acho que um pouco dos dois kkkk. Acho que você vai gostar, tem fatos interessante. Apenas o final que achei um pouco repetitivo, mas é um livro que pode ler sem pressa e aos poucos, então está tranquilo.

      Excluir
  2. Eu não sou muito adepto a leituras não-ficção, principalmente se voltadas mais a fatos históricos, logo não me interessei muito por Ilusões e loucuras das massas. Entretanto, o conteúdo parece de ótima qualidade a quem interessar, gostei bastante das observações sobre a escrita do autor fugir dos aspetos técnicos e do tom bem humorado em alguns momentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ycaro

      Eu te entendo, mas caso outro tema de não ficção te interesse, o outro livro da foto é muito bom também. Fala de casos complicados no quesito amor, como stalker e outras coisas bem diferentes. Recomendo.

      Excluir
  3. Incrível mesmo Fábio!
    1841 parece tão distante de nós e ao mesmo tempo tão perto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chelle

      Verdade, tem um tempão, mas os fatos o transformam em um ano atual.

      Excluir
  4. Fáio!
    Muito bom um livro de não ficção que traz muita história, comportamento das pessoas e sua reações e com uma pitadinha de riso, o que é bom, porque tem alguns fatos que devem ser mais 'pesados'.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudy

      Verdade, nesse caso não tem algo assim tão pesado, porque o p´roprio autor decidiu escolher casos mais leves, mas é isso ai mesmo que você disse.

      Bjs

      Excluir
  5. Ontem a donzela aqui leu a resenha no Insta e disse: já, já comento..rs e? Foi-se. rs
    Depois faço isso. Pois achei muito real isso de uma obra tão antiga em matéria de anos, estar tão real nesse século, nesses tempos complicados.
    Humanos e a humanidade. A história dentro da história. Com fatos e realismo.
    Com certeza, uma linguagem menos formal também ajuda e muito.
    Espero ter a oportunidade de ler a obra sim e voltar ao passado, vivendo o presente!!!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Angela

      kkkkkkkkkk Ta comendo muito queijo kkkk. Verdade, chega a ser lamentável isso. Sim, é tranquilo de ler e em parte pela linguagem do autor. Espero que consiga ler sim =D
      Bjs

      Excluir
  6. Oi, Fábio
    Adorei saber desse livro, adoro história tenho certeza que vou gostar.
    Ainda mais que está com uma linguagem de fácil compreensão, é louco imaginar que o livro de 1841 possa ser tão atual.
    Tem muitas coisas que quanto mais estuda, pesquisa ou vivemos, podemos perceber que muitas coisas se repetem.
    Quero muito poder ler, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana

      Opa, se gosta com certeza esse livro vai ser muito bom pra você. Verdade, a historia fica se repetindo e o velho continua novo. Tomara que consiga ler sim =D

      Bjs

      Excluir
  7. ola interessante notar que um livro escrito há tanto tempo continua atual,vemos os mesmos comportamentos .e o autor utilizando uma escrita fluida e em alguns momentos divertidas deve tornar a leitura mais tranquila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliane

      Verdade, fica sempre repetindo. Sim, acaba sendo mais divertido nas partes atuais, feitas pelo editor, mas ainda assim legal.

      Excluir
  8. Oi, Fabio
    Adoro ler sobre história e amei sua resenha, quero esse livro pra hoje!
    Deve ter fatos bem curiosos e outros bem doidos, como esse da barba.
    O passada tem cada podre né kkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana

      Boa, tomara que consiga. Tem sim uns bem diferentes e bem legais de certa forma.
      Nem me fale, pior é ver que isso se repete ainda hoje kkkk.
      Bjs

      Excluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in