Resenha: Alice no País das Maravilhas

Por Fabio Pedreira •
16 novembro 2020


Desde pequeno gostava bastante dos filmes de animação da Disney, e um dos meus favoritos sempre foi Alice no País das Maravilhas. Toda aquela história aparentemente sem noção e aqueles personagens malucos sempre me chamaram atenção. Achava o maior barato mesmo sem entender o significado de algumas coisas.

Anos depois, já crescido, tive o prazer de ler pela primeira vez a obra de Lewis Carrol, que deu origem ao filme. Simplesmente amei, ele se tornou um dos meus livros preferidos. Toda a mesma maluquice estava lá, todas aquelas conversas aparentemente sem noção, os personagens que todo mundo conhece (como o Chapeleiro, a Rainha de Copas e o Gato de Cheshire) com suas peculiaridades e outras situações.

Mas tinha algo de diferente durante a leitura. A idade me fez perceber que aquela história aparentemente sem significado na verdade escondia muitas metáforas. Eram tantas que eu até passei a chamar o livro de Alice no País das Metáforas. E agora fazendo a releitura através da edição da Faro pude relembrar todas essas mensagens subliminares ao redor do livro.

A história do livro todo mundo conhece… Alice é uma garotinha que está deitada à sombra de uma árvore escutando sua irmã contar uma história, quando de repente avista um coelho apressado falando que está atrasado. Para Alice, o fato do coelho falar nem lhe parecia estranho, o estranho mesmo era que o coelho usava um relógio de bolso preso ao seu colete. Assim, Alice decidiu segui-lo e acabou caindo na toca que o levaria às várias aventuras que estamos acostumados.

Sobre a trama, não tem muito o que contar, acredito que quase todos vocês conhecem boa parte dela, seja de uma forma ou de outra. Então irei direto para minha opinião, que vocês também já viram um pouco no começo.


O livro é pequeno, são 144 páginas nessa edição da Faro. Seus capítulos são pequenos, o que fazem a leitura ser extremamente rápida. Mas seu principal mérito é o envolvimento do leitor com a história. É fácil se deixar levar pelos personagens e pelas loucuras que encontram ali. Os únicos realmente chatos na minha opinião são a Falsa Tartaruga e o Grifo lá no fim do livro.

Mas os outros deixam tudo muito mais interessante, como é o caso por exemplo do Gato de Cheshire. Na minha opinião, esse gato tem uma personalidade de psicopata (me julguem). No livro nem tanto quanto no filme. Mas apesar de ser tão louco quanto todo mundo, ele acaba sendo o personagem mais são de todos. Principalmente pelo fato de aceitar a sua própria loucura. Seus poucos diálogos com Alice são os melhores do livro inteiro, não é atoa que tem muita gente que os usa em quotes (inclusive até eu, você verá mais embaixo, na postagem).

O livro mostra o motivo de ser um clássico, e certamente deve e merece ser lido por todos. Sua linguagem é bem simples, com uma tradução muito boa. Aliás, a edição da Faro é ótima, com as ilustrações e notas de rodapé explicando alguns detalhes. Para mim, o único defeito é que eles só trouxeram o primeiro livro, não tendo também a sequência “Alice através do espelho”. 

Então, se puderem dar uma chance, leiam. Vale muito a pena. Fique agora com alguns quotes e o trailer da época do VHS (que eu tinha).

Quotes:
"'Mas agora não adianta', pensou a pobre Alice, "fingir que sou duas! Ora, mal há o bastante em mim para ser uma pessoa inteira!"

"- Mas, se não sou a mesma, a pergunta seguinte é: quem sou eu? Ah, esse é o grande mistério!"

"- Quem... é... você?... - Inquiriu a Lagarta.
[...]
- Eu... Neste momento, não sei dizer muito bem, Senhora. Ao menos, sei quem eu era quando acordei hoje de manhã, mas creio que deva ter mudado várias vezes desde então."

"- Se todos cuidassem de suas vidas - vociferou a Duquesa, - o mundo giraria muito mais rápido."

"- Poderia me dizer, por favor, que caminho eu devo seguir?
- Depende muito aonde quer chegar - respondeu o Gato.
- Não me importa muito para onde irei... - disse Alice.
- Então, não importa em que direção vá... - atalhou o Gato."



Título: Alice no país das maravilhas
Série: Alice's Adventures in Wonderland
Autor: Lewis Carroll
Tradutor: Thereza Christina Rocque da Motta
Editora: Faro
Páginas: 144
Ano: 2020 (Original 1865)
Compre: aqui

Comentários via Facebook

16 Revelaram sentimentos:

  1. Eu estava, ainda estou de olho na edição da darkside limitada, que ja acho que nem tem mais, crying, mas essa edição da faro das varias ediçoes que tem por aí de alice, me deixou encantada tb. Ela tb tem as ilustraçoes né, se nao engano, e qdo eu puder, vou querer ler (que ainda nao li esse classico apesar de ja ter visto filme e tals) e ter na minha estante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ariela

      Aquela edição é bonita mesmo. Acho que pelo site deles você consegue, mas lá é o dobro de caro kkkkk. Essa da Faro também achei muito bonita, tem ilustrações sim.Leia sim, recomendo bastante =D.

      Excluir
  2. Eu só não sabia que era um livro tão curtinho em número de páginas! Mas o trabalho da Faro enche os olhos, olha o nível dessas ilustrações. A fonte também sempre me ajuda muito, já que sou meio cegueta rs
    Como sou fã desse universo de Alice, espero sim, comprar essa edição em breve!!!
    Penso que seja realmente o tipo de livro que todos deveriam ler!!!
    beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Angela.

      Siim, bem pequeno e rápido de ler, você termina em um dia tranquilo. Sim, a Faro caprichou =D. A fonte da Faro é ótima kkkk Tomara que consiga sim =D. Concordo com você kkkk Bjs

      Excluir
  3. Fábio!
    São justamente as metáforas que ensinam muito sobre tudo nesse livro, inclusive as personagens 'loucas' ou fora dos nossos padrões.
    É um clássico que merece ser lido.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudy

      Siim, verdade isso ai. São nelas que estão as lições.
      Concordo =D
      Bjs

      Excluir
  4. Está aí um livro que eu nem sabia que queria ler! Mesmo adorando os filmes da Alice (é um dos meus favoritos da Disney também!!), nunca havia me passado pela cabeça procurar os livros, mas só de ver a resenha meu olho até brilhou, deve ser legal demais. Adorei os quotes e também sempre vi o gato por esse lado, parece mesmo ser meio psicopata.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda

      Olha ai que descoberta boa kkkk. Espero que goste da leitura, vale a pena viu. Siim, esse gato é pra ficar de olho bem aberto kkkkk.
      Bjs

      Excluir
  5. Gostei bastante do artigo, muito bom mesmo! Estou amando ler seus artigos e compartilhar com os amigos!


    Meu Blog: Resultado do Goiás da Sorte

    ResponderExcluir
  6. Essa animação dos anos 50 é a minha fav..
    Perdi a conta de quantas vezes assisti.
    Agora preciso dar uma chance ao livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chelle

      Sim, gosto bastante também. Não gosto do live action. Dê uma chance sim, acredito que você vai adorar.

      Excluir
  7. ola Fabio
    Eu já assisti o filme; mas não li o livro e creio que muitas frases passam despercebidas no filme por aqueles que assistem ,mas lendo parece que conseguimos entender melhor o sentido das metaforas .
    eu amei esse dialogo com o gato .muito bom mesmo ,nos leva a refletir sobre os caminhos que escolhemos na vida e o mais principal.aonde queremos chegar.
    voce disse que o gato parece psicopata kkk bom eu sou daquelas que não confia muitos em gatos kkkkk sei la porque
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliane

      Siim, ainda mais que o filme é cheio de musica kkkk ai adicionam vários diálogos. Exato, acho que essa conversa com o gato é a melhor do livro. kkkkkkk E nesse ai não confie mesmo kkkkkk

      Bjs

      Excluir
  8. Olá! Eita que esse foi (é) um dos meus desenhos favoritos, o filme também me agradou bastante e só me falta mesmo ler o livro, aliás, não foi por falta de tentativa, mas toda vez que pegava o livro, sempre aparecia algo para fazer, dai eu fui protelando, então já viu neh! Mas essa edição está tão linda (que meu lado consumista está bem tentado nesse momento), que ouso afirmar que temos aqui um ótimo motivo para finalmente ler essa história tão encantadora e que fez parte da minha infância de uma vez por todas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elizete

      Pega novamente que dessa vez vai ler sem nada atrapalhar kkkkk gosto bastante do desenho, mas não sou muito fã do live action. Recomendo que seu lado consumista assuma nesse caso kkkkkk Compra sim =D

      Excluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in