Resenha: Os Garotos de Veneza

by - maio 23, 2022


Mercúrio, Benedetta, Zolfo e Ercole são 4 garotos órfãos e que dependem de pequenos roubos para sobreviver. Em um de seus esquemas, a vítima acaba sendo Shimon Baruch, um judeu que acaba perdendo todo o seu dinheiro para os jovens. Esse roubo acaba provocando consequências gravíssimas no futuro dos 4 jovens, resultando em uma fuga forçada que os conduzem até Veneza.

No meio do caminho, 3 deles acabam se encontrando num destacamento de soldados e com Isacco e Giuditta, pai e filha que buscam uma nova vida em um lugar onde ser judeu não seja considerado uma maldição. Mas esse encontro também gera consequências, pois Mercúrio acaba conhecendo os encantos do amor, Benedetta - a dor do ciúme, e Zolfo - a raiva da perda. Tudo isso acaba resultando na separação dos 3 e na busca do jovem Mercúrio por uma meta de vida ao lado da mulher que ama.

Os Garotos de Veneza faz parte daquela lista onde não importa o quanto você fale, não vai ser o suficiente. O autor entrega mais um livro excelente, onde você vai encontrar aspectos não só emocionais, como históricos, afinal, a história se passa em uma Veneza dos anos 1500. Essa ambientação é extremamente precisa, seja na parte da paisagem como na parte histórica e cultural.

Isso é importante, porque boa parte do livro o leitor vai se deparar com o preconceito sofrido pelos judeus até mesmo na cidade onde eles supostamente não corriam perigo. As coisas que eles passam são bem retratadas.

Também tem o lado emocional, não só por isso, mas também por se encantar com os personagens e luta deles em busca de seus objetivos e motivos para viver, como eles se ajudam e utilizam da criatividade e até certa inocência para conseguir o que quer.

O autor sabe construir personagens muito bons e com características incríveis. Mas admito que é impossível não comparar com A Gangue dos Sonhos. Mercúrio e Christimas são personagens muito parecidos e suas histórias também se assemelham de certa forma.

Mas a história da Gangue me fisgou mais. Porém, como ela veio depois, acredito que esse livro tenha sido o alicerce para as ideias do outro e aqui você já encontra toda as características que empolgam e fascinam o leitor.

Super recomendo esse livro. Não deixem de ler, pois é uma baita leitura.

Título: Os Garotos de Veneza (exemplar cedido pela editora)
Autor: Luca Di Fulvio
Editora: Vestígio
Páginas: 702
Ano: 2021 (Ano Original 2013)
Compre: aqui

You May Also Like

9 comments

  1. O preconceito é algo que existe em qualquer seguimento. Não adianta. Pode passar o tempo que for.
    Talvez esse livro seja mais que isso, pois não trata somente o preconceito com os judeus, mas também a amizade e a luta destes meninos e todas as descobertas do amor, da dureza da vida e da sociedade crescendo à sua volta!
    Um passeio histórico que com certeza, quero muito ler!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Dois temas bem interessantes sendo abordados nesse livro: A Veneza antiga e a questão do preconceito. Fiquei curiosa para ler sobre a Veneza de tanto tampo atrás.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sua empolgação é contagiante!
    Que livro primoroso, rico, real e doloroso.
    A Gangue era uma família, um se apoiava no outro e o que ocorreu mudou essa dinâmica e os mudou para sempre

    ResponderExcluir
  4. Ainda nao li nenhum livro do autor mas sempre leio muitos elogios sobre ele.
    E a historia parece ser bem interessante tb.
    O outro dele, q vc ate menciona tenho muita vontade de ler tb.

    ResponderExcluir
  5. Não conheço a escrita do autor Essa é a primeira resenha que leio desse livro .Gosto de tramas assim que tem um fundo histórico. Dica anotada

    ResponderExcluir
  6. Olá! Aquele tipo de leitura que provavelmente se fará necessário alguns lencinhos, gostei de saber sobre a parte histórica e por mais que a história aborda temas fortes, acho que vai ser interessante refletir um pouco mais sobre eles, ainda mais porque muita coisa não mudou em pleno século XXI.

    ResponderExcluir
  7. Fábio!
    Gostei de saber que além de todo lado psicológico e emocional envolvido, a ambientação e os detalhes chamam muito minha atenção.
    Os temas abordados são fortes e necessários de serem lidos, assim podemos exprimir e repensar nossas premissas de vida.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Não estou muito no clima para histórias do gênero, mas confesso que fiquei curiosa quando li que a história se passa na época da renascença, pois estou acostumada a ler/assistir essa época com personagens adultos e célebres e fiquei curiosa em como seria com jovens "anônimos".

    ResponderExcluir
  9. Oiiii,
    Sempre que entro aqui no blog, acabo recebendo indicações de livros que não fazia ideia que existia e agradeço por aumentar essa lista imensa que tenho, hahaha
    Não seria diferente com esse livro, não conhecia, agora conheço.. Fiquei muito curiosa por essa historia e pelos personagens.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.