Um (quase) adeus

Com a roupa engomada, os sapatos brilhando, parecia até que estava indo em destino à minha felicidade. Pronta, peguei as malas e percorri o corredor da morte, da morte da minha atual vida.
Deparei-me com Gary, ele me contemplava e eu queria evitar olhar aqueles olhos que não sabia compreender os meus.
Ele tirou as malas das minhas mãos, empurrando-as para o chão e cruzou seus braços em meu corpo. Deu um abraço acolhedor e disse:
- Sentirei sua falta, irmã.
"Irmã? Como assim? Não, não sou sua irmã. Prefiro ser enterrada viva do que ser sua... sua irmã", pensei frustrada.
- Não, Gary. Não me chame de irmã. Preciso te revelar o motivo da minha partida. É você, Gary. Você! Estou partindo para não ter que olhar
pra essa tua cara!
Minhas palavras causaram um transtorno obsessivo na mente dele. Sua reação foi somente virar as costas e ir embora.
"Burra, como fui burra!Estou indo por causa dele sim, mas ele não precisava saber disso. Como sou idiota", era somente isso que passeava em minha mente perturbada.
Inclinei a face, de encontro aos meus joelhos e deixei que as lágrimas limpassem o mais profundo do meu coração.
De repente senti uma palma tocando minhas costas e uma voz sussurrava ao meu ouvido:
- Antes de você partir, preciso te revelar uma coisa muito importante: Amo você, Taylor e eu nunca vou achar ninguém para te substituir. Acho que vou ter de superar isso dessa vez. Quando você passou seis meses fora, fazendo aquele curso de pintura que tanto queria... Achei que conseguiria te substituir, mas me frustrei. Dessa vez será necessário. Quatro anos, exatamente quatro anos longe de mim e eu não suportarei sofrer mais por você tanto quanto sofro. Eu precisava te revelar isso. Amo você, mas dessa vez precisarei te substituir, antes que a podridão dos meus ossos sejam vistos perante a sociedade.
- Não fale assim, Gary. Eu também... também amo você, desde o primeiro dia em que te conheci no curso de pintura. Seu cheiro, sua voz, seu toque levava-me aos céus.
Ouve um silêncio constante, interrompido por um beijo infinito, tocando os céus do paraíso e aterrissando no chão da realidade de uma despedida.
- Não vá! - ele falava entre os instantes que os lábios se afastavam.
- Vem comigo, eu sei que você pode!

Nada real... Pauta para o Blq musical e conto/história.

32 Revelaram sentimentos:

  1. Oi Naty querida...

    Que bom que você está de volta, estava mesmo com saudade!
    Um beijo linda

    ResponderExcluir
  2. Ameei *-*
    Seus contos são otimos!
    Não recebi mais nenhuma noticia sobre o projeto remember, ainda está de pé?
    Beijoos

    ResponderExcluir
  3. obrigada pela visita...

    e seu texto é muito envolvente me peguei pensando na minha vida...rs
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Ai Naty, um adeus deveria ser um até breve..seria mais fácil neh! Lindo texto com um sentimento dolorido!
    Um beijo da Ju

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante. Gostei. Às vezes, o amor da nossa vida está ao lado e não sabemos não é?

    Bjo.

    ResponderExcluir
  6. nossa! despedidas são muito ruins ;s
    mas ele pode ir com ela *-*
    e eles serão felizes o/

    siim Nathy, vamos voar *o*
    hahaha

    tava sumida mesmo!
    ainda bem que voltou :D
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Naty
    Que Adeus emocionante.Como sabes escrever kcom tanto detalhe,tanto sentimento. Lindo muito lindo.
    Boa sorte e estou torcendo por você.
    Ainda não preparei nada pois minha vida está muito agitada, mas vou tentar hoje iniciar alguma participação e peço que venha bastante imaginação.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Naty, minha lindaaaaaaaaaaa.

    Impossivel não se encantar aqui.

    Um abraço meu!!!

    ResponderExcluir
  9. Que bom que voltou!!! =D

    Tava com saudade. ;__;

    bjooos

    ResponderExcluir
  10. Não sei se curte isso... Mas...

    Selinho pra ti lá no blog, passa lá e dá uma conferida.

    Bjos.

    http://manuscritoperdido.blogspot.com/2010/07/selo-deslumbrante.html

    ResponderExcluir
  11. percebi sua sumida, uma pena porque você escreve tão bem, espero que você ganhe essa edição, o texto ficou lindo!

    ResponderExcluir
  12. ...vem comigo, eu sei que você pode!
    Não me corte o coração Naty
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Naty, você faz muita falta viu!!!

    Texto perfeito, perfeitoooooo!!!

    Um abraço grande, minha querida!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. Minha maninha escrevendo cada vez melhor!
    Essas nossas nets, eim?
    Some não!
    bjos

    ResponderExcluir
  15. Minha querida
    Já estava com saudades de passar aqui.
    Como sempre um belo e bem escrito texto.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  16. Naty quanto tempo!! =D
    tá sumida mesmo... hum, n gosto nem um pouco de despedidas.. são sempre tristes :'(
    bjss

    ResponderExcluir
  17. Aiiii é um texto realmente perfeito!!
    como é bom ser correspondido... Acho que é a melhor coisa da vida, ou amar é a melhor?? então as duas coisa melhores da vida é AMAR E SER AMADO....... LINDOO!!

    ResponderExcluir
  18. Já pensou em ser roteirista?
    kkkk...vc é muito boa na arte de criar querida.
    Bem, pense nisso! Tenha ótima semana e ótima inspirações.

    http://meninabezerra.blogspot.com/2010/02/minha-primeira-paixao.html

    bjo

    ResponderExcluir
  19. sempre que leio o que você escreve, parece que foi retirado de um livro americano.
    garota, voce vai longe com essa escrita, ainda mais por escrever assim tão jovem!
    parabeens.

    beijos :)

    ResponderExcluir
  20. Ah que lindo, perfeito, gamante *-* Tão cheio de sentimentos... Você escreve super bem .-.



    Tem selo pra você no meu blog.
    http://cgw-sonhoperdido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. E vai ganhar de novo! Incrível também é como a imagem bate bem com o post.
    Bjoo!!

    ResponderExcluir
  22. Ai, já pensou amar alguém e só saber que ele tb te ama quando se esta de partida? :s Seus textos são sempre maravilhosos, flor.
    Só te desculpo porque foi problema de conexão! rs E vamos começar a pecar ( de leve) na sexta hein? Aproveitar BEM o fds (:
    Boa viagem, e não se demore a voltar ♥

    ResponderExcluir
  23. tem selinho pra vcê no meu blog :)
    beijos ;**

    http://migre.me/11KjW

    ResponderExcluir
  24. A única parte boa da distância é descobrir quem realmente amamos e quem nos ama.

    Devo acrescentar que tive um boa leitura, parabéns menina.
    Paz e sorriso com sete cores pra você.

    ResponderExcluir
  25. Tem tempo que não passo por aqui...
    tuas palavras...
    continuam...
    sábias...
    beijos
    Leca

    ResponderExcluir
  26. Na situação dele, até eu faria isso, rs!
    auhsauhsuahus

    Ótimo conto Naty, beeeijps

    ResponderExcluir
  27. Que lindo Nathy...como sempre, aliás!!*-*

    Nunca mais me visitou... passa lá!
    Beijo
    http://evesimplesassim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Bom dia!Tem um selinho no meu blog pra ti!
    Bjão..

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.