Resenha: Perdidos na Tradução


Fala galera, hoje vim trazer para vocês mais um daqueles livros “diferentes”, onde o humor é o que prevalece, não tendo uma história em si no livro.

Recentemente trouxe para vocês a resenha de 101 profissões fora do comum para pessoas nada normais da editora Belas Letras e hoje trago mais um livro deles, só que dessa vez é o Perdidos na Tradução.

O foco desse livro é nos mostrar (de forma humorada, claro) como os títulos dos filmes, ao virem para o país, sofrem alterações absurdas algumas vezes, assim como em outras raras eles ficam até melhores que o original. Mas aqui não temos só a alteração do título no Brasil como também nos é mostrado como ficou em Portugal, o que algumas vezes nos faz rir mais ainda com as escolhas feitas pelos portugueses.


Nós podemos acompanhar essas traduções em 5 tipos diferentes, em que o primeiro trata-se dos filmes em que o título traz junto um subtítulo totalmente desnecessário, como por exemplo, Ghost – Do outro lado da vida, onde praticamente ninguém refere-se ao filme desse jeito, optando apenas por “Ghost”. Depois temos a categoria chamada de “Poesia Pura” em que os títulos são totalmente reformulado algumas vezes de acordo com a inspiração do tradutor, o que muitas vezes não sai lá como esperado.

Na terceira categoria temos a chamada “Liberdade Total”, em que o título é mudado sem dó e nem piedade, causando traduções inusitadas e engraçadas, principalmente quando trata-se de filmes de comédia. O quarto ponto é o dos filmes em que suas traduções se mantiveram fiéis ao original. E o quinto e último trata-se de títulos que acabam entregando um pouco do enredo nele, dando pequenos spoilers que deveriam ser descobertos ao ver o filme.

Bom, eu sou da turma que prefere muito um filme legendado e não gosta quase nunca de ver filmes dublados (a não ser que seja de animação), porém, obviamente entendo que as traduções e dublagens são necessárias, inclusive sou até fã de uns dubladores kkk. Mas, enfim, o que eu penso é que às vezes deveria rolar um cuidado maior com essas traduções e dublagens. Alguns títulos são realmente nada a ver com o original, quando o original poderia ser totalmente utilizado. Outros eu entendo que uma mudança era necessária, mas quando resolvem mudar a coisa sem motivo e para uma sem sentido é que a coisa começa a complicar.


O livro traz pequenos textos em cada filme de forma divertida e tentando entender o porquê de aquela mudança ter acontecido. É engraçado e em alguns textos e traduções realmente eu dei risada alto. É um daqueles livros que se você quer uma leitura descontraída e diferente deve levar para casa. Senão deixa lá, mas eu recomendo.

Até a próxima =*

Título: Perdidos na Tradução (exemplar cedido pela editora)
Autor: Iuri Abreu
Editora: Belas Letras
Páginas: 288
Ano: 2013

30 Revelaram sentimentos:

  1. Fabio, realmente esse livro parece ser bem engraçado e original! Quero muito ler, acho que vou gostar. Acredito que pior que filmes, traduções de nomes de séries sao um horror. kkk
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paloma.

      Realmente esse livro é engraçado e traz cada titulo bem inusitado kkkk.
      Se você gosta desse tipo de livro com certeza vai gostar dele.
      Beijos.

      Excluir
  2. Olá, Fábio.
    Apesar de preferir livros de ficção, esse me interessou bastante. Tem cada tradução que é bizarra. Esses das eu li um livro que o titulo dava um grande spoiler do mistério do livro. E o original era outra coisa. Vou anotar a dica porque me interessei bastante.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil.

      Aff, pior que no filme é no livro. Não quero nem imaginar que livro foi esse kkkkk. As vezes os tradutores realmente perdem a noção, é bem o que acontece nesse livro ai da resenha kkkk.
      Anote sim é divertido.

      Excluir
  3. Fábio, esse livro deve ser super engraçado mesmo! Tem gente que consegue estragar totalmente o nome de um filme. xD
    E estou contigo, só consigo assistir dublado se for animação.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pathy

      Pois é, animação (principalmente as antigas) são boa de se assistir dubladas, mas filmes são poucos hoje em dia. Sim, sempre tem um filme que é totalmente sem sentido a tradução que fazem kkkk

      Beijo

      Excluir
  4. Oi, Iuri!
    Gente, eu iria rir muito com esse livro. Tem umas traduções que só Jesus na causa.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza.

      Sim, é bem divertido, vale a pena a leitura kkkk

      Bjs

      Excluir
  5. Parece ser bem interessante :D

    submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Monyque

      É interessante sim, vale a pena a conferida.
      =D

      Excluir
  6. Fábio!
    É bem interessante mesmo essa questão da tradução, seja dos títulos dos filmes ou do próprio conteúdo.
    Prefiro também os filmes legendados, mas maridão prefere os dublados, ele não se liga nesse lanca da 'perfeição' e por vezes não consegue acompanhar a leitura com rapidez, é questão de gosto, não é mesmo.
    Achei o livro fascinante e deve ser uma ótima leitura.
    Valeu a indicação!
    Uma semana carregado de luz e paz!
    “ Lança o saber e não terás tristeza.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudynalva.

      Sim, questão de gosto, concordo, mas até assim as vezes as grosserias que fazem na hora de traduzir são de outro mundo kkkk.

      =*

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Nossa não conhecia, confesso que depois da resenha fiquei curioso pra ler, vai pra lista. Eu só me lembro de tradução de séries, é cada uma... Credo. Kkkkkkkkkkk
    Adorei a resenha, excelente. 👏👏👏👏👏👏👌♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw mestre.

      Series mereciam um livro só para elas kkkkkk. A melhor tradução de serie é "Supernatural" kkkkkkkkk

      Obrigado =D

      Excluir
  9. Olá, Fábio!

    Outro livro que fico curiosa mesmo para ler, até porque gosto de ficar alterando o áudio dublado com o original em series e filmes só para ouvir e comparar os atores com os dubladores. E essas questões de como um nome de um personagem ou de um filme é traduzido em diversos países é bem divertidos e as vezes até confuso. Será que o nome escolhido irá fazer sentido? Todos vão entender sobre o que é o filme? E será que isso vai atrair as pessoas para verem o filme no cinema ou na TV? E em cada língua costumam ter conceitos e regras gramaticais que não facilitam o trabalho do tradutor, como palavras de gênero neutro (Um exemplo disso é que até agora não sei se nas legendas e na dublagem vão chamar a Doctor de Jodie Whittaker de Doutor ou Doutora em Doctor Who! Tudo porque Doctor em inglês é uma dessas palavras de gênero neutro.).
    Tenho até uma história sobre um dos casos citados no livros (se não, porque não colocariam uma ilustração de Don Corleone na capa)que tenho certeza que foi comentado pelo autor, mas que descobri de uma forma bem divertida: No ensino médio, eu costumava frequentar no intervalo a biblioteca do colégio onde estudava. Eu encontrava vários livros que inspiravam filmes por lá, mesmo que eu não tenha lido todos. Um deles era uma edição bem antiga escrito antes mesmo da reforma ortográfica que aboliu o acento circunflexo nos anos 70 (se não me engano), já que havia um "pôde" no texto da contra capa. Consultei o Skoob para ter certeza se era na capa ou na contra capa, já que a imagem dessa capa está lá entre as diversas edições do livro cadastradas. Mas naquele ano, eu não tinha Skoob ainda e fiquei pasma ao ver que antes de receber o nome do filme de Francis Ford Coppola, o livro se chamava O chefão! Sim, por causa do sucesso do filme, o livro teve que trocar de nome! Ambos os nomes não são traduções literais de The Godfather, que significa "O padrinho", mas fazem sentido considerando que na Itália, apesar do termo mais usado para chefes da máfia ser "capo", "padrino" era um nome aceito para esses chefes, mas que não seria bem compreendido no Brasil. Desde então, essa troca não sai da minha cabeça e mostra como o filme marcou as pessoas a um ponto de gerar essa troca de nomes. E faria todo o sentido se o Iuri Abreu comentar sobre isso no livro.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leti.

      Adorei a vivencia que você trouxe kkkk. Certeza que ele comenta sobre essa fato no texto sobre o filme. Eu já vi também essa versão de O Poderoso Chefão. E certamente esse é um título que ficou melhor mesmo do jeito que é do que se traduzisse para padrinho. To ligado quanto aos termos neutros, ou as vezes até em relação as expressões de um local que não tem como traduzir literalmente e ai cabe ao tradutor dar um jeito de salvar aquele título. Mas no geral tem cada situação que seria melhor que ficassem sem mexer kkkkkk.

      Abraço

      Excluir
  10. Fiquei bem curiosa para ler esse livro, até porque acabaria descobrindo novos filmes né hahha mas olha, realmente tem traduções que não tem cabimento! Eles deveriam tomar mais cuidado com isso mesmo, mas em relação as dublagens, também entendo que deve existir dubladores sim, até porque é uma profissão muito legal, mas quando levada a sério né :)
    Beijos,
    https://blogluanices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana.

      Verdade, existem dublagens e dublagens. Eu sou fã de alguns dubladores por mais ironico que isso seja kkk. Muito por conta de desenhos. Filmes é que a coisa pega. Mas depois que passei a entender mais como funciona o processo de dublagem as vezes eu até que melhorei nessa questão. As vezes os caras não recebem o filme, apenas a boca dos personagens e tem que se basear naquilo, pense ai? Mas esse livro é bem divertido. vale a leitura certeza.

      bjs

      Excluir
  11. Oi, Fábio. Não conhecia o livro mas adorei o teor dele, acho também algumas traduções simplesmente absurdas, ficam bem nada a ver com o filme e o título original. Acho que me divertiria muito lendo esse livro, vou ver se consigo ler depois.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Miriã

      Realmente tem cada uma que é de dar altas risadas, principalmente as portuguesas pelo fato de algumas palavras serem engraçadas.

      Excluir
  12. Oi, Fábio

    AAAAAAAAA já quero esse livro! Hahahaha
    Eu fico possessa quando vejo algumas traduções, sério mesmo. Isso acontece muito com tradução de títulos de livros! Hahahaha
    Também sou do time que prefere um filme legendado, se eu vou ao cinema e só tem sessão dublada vou até embora! Hahahaha
    Achei bem legal essas subdivisões das traduções!

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tamires.

      Imagine eu que aqui na minha cidade só tem um cinema com uma sala e que só passa filme dublado? Aí tenho que viajar pra ver kkkkkk. Esse livro merecia uma versão só pra séries e pra livros kkkkk

      Excluir
  13. Parece bastante divertido, eu já vi na internet algumas comparações dos títulos em cada país, alguns parecem piada mesmo rs.
    Charme-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Simone kkkkk
      Uma melhor que a outra kkkk

      Excluir
  14. Acho que esse tipo de livro é aquele pra ler enquanto a gente espera no médico pra ser atendido hahaha
    Eu também só vejo filmes com o áudio original pq em muitas vezes grande parte das piadas e etc acabam se perdendo durante a tradução mas também acredito que em muitas cenas a equipe de dublagem faz um trabalho incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Definiu bem. O livro pra ler enquanto espera o médico. É por aí. É um livro sem compromisso, mas divertido. É legal kkkkk.

      Excluir
  15. Que livro curioso e interessante, deve ser engraçado também essas traduções, realmente as vezes colocam coisas que não tem nada a ver, mas gostaria de saber algumas como ficou. Concordo que deveriam ter mais cuidado e atenção para não exagerarem na mudança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria.

      Verdade. Tem traduções que parecem serem feitas de qualquer forma kkkkk

      Excluir
  16. Oi, Fabio!!
    Sem dúvida esse livro deve ser bem interessante!! Acho que é um livro bem engraçado pois tem traduções bem estranhas!! E também gosto muito de assistir filmes legendados.
    Bjoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.