10 agosto 2019

Como foi a Flipop 2019


Essa foi minha primeira experiência na Flipop, e eu não tinha muitas expectativas de como seria o evento. Já tinha conversado com amigos sobre, mas ainda, sim, estava achando que poderia ser um pouco entediante ficar apenas vendo mesas de bate-papo o dia todo. Essa minha dúvida veio de um ponto de vista de quem vai em Bienais há anos e está acostumada com a correria e muita coisa para fazer. A Flipop é totalmente diferente, sendo um evento literário bem mais intimista.

Para quem nunca ouviu falar, a Flipop é um evento literário com foco nos livros jovens (YA). Você tem contato com autores de forma mais fácil e passa o dia ouvindo sobre literatura e vivências diferentes. As mesas foram muito diversas e com muitos assuntos, sempre acontecendo duas por horário, em diferentes espaços. Se na Bienal a gente vê um autor ou algum produtor de conteúdo passeando e depois não vemos mais pelo tanto de gente, aqui nós vamos nos encontrar com eles várias vezes. É legal para tirar fotos e para conversar. É um evento que nos apresenta muitos autores nacionais, onde eu fiquei sabendo de muitos lançamentos e de muita gente que está por aí tentando a sorte em forma de escrita ou outro tipo de arte, de forma independente ou não.

Eu fui no sábado e a primeira mesa que vi foi sobre histórias que merecem mais espaço. Foi uma mesa fantástica, apenas ouvindo eu já aprendi muito e já vi muito no que precisa ser melhorado na literatura. Representatividade é uma pauta cada vez mais presente, e ouvir sobre isso foi muito legal. Em nenhum momento a conversa ficou entediante, e eu nem percebi o tempo passar. Assisti a todas as mesas e achei todas interessantes, mas a minha preferida depois dessa primeira, foi sobre escrever e como você pode fazer acontecer esse seu sonho. Foi um aprendizado, muitas dicas, muita gente boa que já conhecia, muitos reencontros.Tinha espaço para você fazer perguntas, depois poderia ficar e continuar a conversa com quem estava nas mesas e ainda tirar fotos. 


Estar com quem curte literatura em um evento todo para isso é inexplicável. Você volta com o coração quentinho. Não é um lugar para comprar livros, os preços não são extremamente baratos, nem tem estandes com promoções ótimas. Como disse, ser mais íntimo e menor significa que você pode olhar tudo com mais calma, não tem fila para nada, lugar para sentar nas mesas é tranquilo.

Infelizmente, não fui nas outras edições que não eram no centro Cultural, pois todo mundo me disse que o lugar era perfeito. Não é o caso do centro cultural.

O lugar é totalmente aberto e não senti nem vi nenhuma segurança verificando a entrada das pessoas. Só tinha um restaurante e nada muito perto para comer além dele. Outro detalhe é que, por ser aberto e ter muitas coisas acontecendo no espaço ao mesmo tempo, tinha muito barulho e foi bem difícil escutar a mesa sobre escrever, por exemplo. Uma mesa era em um espaço mais fechado, mas outra era do lado de onde estava as mesas de autógrafo e algumas mesas com atividades. Foi muito ruim e impossível de escutar em alguns momentos.

Outra coisa que poderia mudar são os horários. As mesas acontecem simultaneamente com os autógrafos, e por isso perdi uma boa parte da mesa de escrita, pois estava na fila dos autógrafos. 


A autora internacional que estava presente no sábado foi a Erin Beaty, autora do livro O beijo Traiçoeiro. Nesse horário não tinha nenhum mesa acontecendo, somente a sua entrevista, e isso foi ótimo! Acho que os autógrafos deveriam ser da mesma forma, e ter um horário inteiro somente para eles. A entrevista dela foi bem legal, com ela contando o processo para escrever o livro, e como são os seus processos no geral. Contou o que estava lendo, respondeu perguntas, um inclusive que era um mega spoiler e que fez a sala toda gritar com a menina que perguntou. É uma autora bem séria, que não dava continuidade nas perguntas, respondia de forma bem direta. Ela contou que tem formação militar, acho que isso explica um pouco sua forma contida. Mas nos autógrafos ela estava um pouco mais solta. 

Kristen Ciccarelli, autora do livro A Caçadora de Dragões e A Rainha aprisionada, ambos resenhados aqui no blog, tinha mesa no domingo, mas estava autografando também no sábado e foi extremamente simpática, tentando falar em português e tirando várias fotos. Não tinha como ser algo super rápido, por isso perdi tanto da mesa sobre escrita. Valeu a pena, mas acho que a organização poderia pensar sobre isso. 

Do mais, foi um evento ótimo que adorei ter participado. Divertido, informativo, com muito espaço para debates, muito aprendizado e informação. Logo que você chega ganha um super kit com muitos marcadores em uma ecobag fofa. Espero que a organização pense com carinho no espaço e nos horários, pois o evento só tem a crescer. Pretendo ir nos próximos anos e acompanhar essa evolução. E se você estava pensando em ir, se valia a pena, vale super, se for possível ir, vá sem medo. 

Fotos: Site Flipop

24 comentários

  1. Jéssica, é o segundo post que vejo sobre a experiência na Flipop. Eu sou desses que ainda não fui. Um dos motivos era o receio real do que realmente eu iria encontrar, até porque tinha achado o preço da entrada um pouquinho salgado; o outro motivo é que pelo fato de eu morar no interior do Rio e sempre planejar a ida às bienais rj ou sp e devido à proximidade dos eventos acabar não encaixando no orçamento. Porém depois de entender como realmente funciona, desse cenário mais intimista, fiquei curioso em conhecer na próxima edição. Vamos ver se rola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evandro,

      Eu super acho que vale a pena conhecer. Como voce mora longe, sei que será um gasto a mais, se rolar, vá sem medo. É muito aprendizado e muitas coisas boas, você vai gostar!
      Beijos

      Excluir
  2. Aqui na minha cidade o máximo que acontece é uma feira de livros agora em Setembro. Este ano com a presença do Braúlio Bessa(claro que eu irei),mas não chega nem perto destes grandes eventos como Bienal e Flipop. Pude acompanhar tudo pela net e outros blogs que acompanho, mas lendo acima, o local deixou bem a desejar né? Sem segurança e com isso do barulho atrapalhando. Talvez seja o caso de mudar tudo isso para o próximo ano.
    Mas só de encontrar mais pessoas que amam livros já é um presente enorme e mesmo com esses "defeitinhos" deu para aproveitar e muito!!!
    Amei as fotos e claro, isso dos autógrafos!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Espero que no próximo ano mude o lugar sim, pois a proposta do evento é incrível e vale a pena. Que pena que na sua cidade não tenha nada parecido, quem sabe se um dia consiga vir para a flipop, né?
      Beijos

      Excluir
  3. Eu nunca tinha ouvido falar do Flipop, se ja ouvi não lembro. Tirando a Bienal, eu acho q esses eventos literários são tão pouco divulgados q é bem triste. Falando em Bienal eu nunca fui em uma, é meu segundo evento q eu sonho em participar no Brasil, tá na minha meta, perde apenas para a Fórmula 1 q é meu maior vício kkkkkkk, mas ganha da CCXP q está em 3º lugar. Queria ter pelo menos 1 livro autografado na estante q sonho ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Yara,

      Desses eventos que falou, a flipop é a mais barata e com maior chance de ver autores de forma mais tranquila e autografar. Agora que já conhece, se conseguir ir no próximo ano tenho certeza que irá gostar!
      Beijos

      Excluir
  4. Interessante esse evento. Já tinha ouvido falar da Flipop mas não fazia ideia de que era tão intimista, com tantas coisas para aprender. Estou muito mais acostumada à Bienal e toda a sua correria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nil.

      Você vai notar uma mega diferença entre bienal e flipop, mas se curte a bienal, vale a pena conhecer a outra também.
      Bjs

      Excluir
  5. Oi Jessica!
    Nunca fui na Flipop mas tenho a maior vontade! Pena q é longe pra mim, rs. Que bom q vc gostou da experiência!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol

      Que pena que não consegue ir! Mas quem sabe um dia? Gostei bastante, vale a experiencia!
      bJS

      Excluir
  6. Oiii <3 A experiência de ir a FLIPOP parece ser incrível, poder conhecer autores e falar sobre literatura, tem coisa melhor?! Rsrsrs.
    Essa coisa de ter mais de uma entrevista acontecendo ao mesmo tempo deve ser bem desanimador pra quem quer assistir a todas, seria bem melhor se arrumassem isso.
    Ouvi falar desse evento pela primeira vez esse ano e fiquei encantada, pois achei que eventos desse tipo, só tinha a Bienal mesmo. É uma pena que eu more tão longe de eventos desse tipo. Espero poder conhecer a FLIPOP um dia <3
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayane,

      Espero que consiga participar alguma vez, a bienal é sempre muito divulgada, mas a flipop está começando agora e acho maravilhoso acompanhar um evento tão legal desde o principio.
      bjs

      Excluir
  7. Sabe que essa é a primeira vez que ouço falar sobre esse evento?? hahaha As pessoas tão sempre falando bienal isso bienal aquilo e esse é completamente novo. Parece que o flipop precisa de um pouco mais de organizaçao, mas mesmo assim o que você descreveu é fantástico!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, acontece, está começando agora e é para ser um evento menor mesmo. Até por isso a organização não estava tão legal, mas valeu a pena.
      Bjs

      Excluir
  8. Olá! Definitivamente é bem diferente mesmo da Bienal, chega até ser estranho saber que não temos fila, correria e lotação máxima. Ahhh que essas autoras estão na minha listinha infinita de leitura (#invejinhabranca). Fiquei bem curiosa com o evento e é claro que já me inscrevi para saber mais sobre a próxima. (planejamento é tudo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elizete,

      Isso, acompanhe as novidades assim consegue se planejar. é o oposto total da bienal, quando estiver mais organizado, será ainda melhor.
      Bjs

      Excluir
  9. Até agora só tinha acompanhado um bookstan falando sobre a Flipop e do ponto de vista dele o evento pareceu ser bem chato por só ter as mesas haha pela sua perspectiva gostei bem mais.

    ResponderExcluir
  10. Oi Jéssica,

    Minha maior preocupação era essa, ser entediante, rs. Mas gostei bastante, foi muito interessante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá! ♡ Ainda não tive a oportunidade de conhecer a FLIPOP, mas pelo que estou vendo é um evento maravilhoso em que a gente pode ter um contato maior com autores que tanto amamos.
    É ótimo que existam eventos assim, com vários autores nacionais, pois a literatura nacional esta cheia de autores maravilhosos que merecem uma oportunidade de mostrar seu talento.
    Deve ser incrível a sensação de estar em um lugar cheio de gente que adora ler!
    Espero um dia poder ir na FLIPOP, pois a experiência parece única.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayssa,

      É uma oportunidade única realmente de conhecer autores nacionais, se tiver a oportunidade, não deixe de conhecer.
      bjs

      Excluir
  12. Olá!
    Ain, que legal!
    Eu quero muito ter a oportunidade de ir a bienal de Rio ou de São Paulo, mas nunca tenho essa oportunidade, também quero muito um dia ir nesse evento Flipop porque é uma coisa maravilhosa poder conhecer autores e assistir varias mesas com temas muito interessante. Quero um dia ir!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily,

      Acho super legal começar com a FLIPOP se nunca foi em nenhum evento literário grande. É muito legal ter esse contato com autores, e aqui você encontra isso de forma muito mais fácil.
      bjs

      Excluir
  13. Oi, Jéssica
    Só fui em uma Bienal e apesar das filas eu gostei muito. Ainda não fui na Flipop, mas quero conseguir ir na próxima.
    Conhecer os autores que gostamos é maravilhoso.
    Onde moro não costuma ter eventos literários, são bem raros por aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Infelizmente onde moro não tem esses eventos fantásticos, fico muito triste por ter que acompanhar tudo pela internet.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.