Resenha: Arlequim

Por Luana Gobbo •
07 dezembro 2020

Me diz aqui, vocês acreditam no karma? Pois vejam só, ele rege boa parte desse livro nacional incrível chamado “Arlequim”. 

Arlequim - a personagem que mais rouba a cena - é a personificação da luxúria, não é à toa que muitos se referem a ela como “demônio”. Deixando de lado a parte literal da palavra, ela é stripper e também uma mulher sedutora e muito... muito misteriosa. Em paralelo, a vida do jovem Samuel é tão calma que beira o tédio: jovem vive sob desilusões e poesias. O que os dois tem em comum nessa fatídica história é cem por cento culpa do acaso, mais especificamente, dos amigos de Samuel que propõem uma noite diferenciada em uma boate. 
“O Arlequim para mim tem significado maior. Uma alegria disfarçada de maldade, ou uma maldade disfarçada de alegria...” 

A trama, ainda que +18 (alerta de gatilhos especificados em uma das fotos), não é do tipo que joga violência gratuita ou apenas para chocar o leitor. Aqui em “Arlequim” os personagens tem propósito, fazendo com que as cenas pesadas tenham explicação e de certa forma, contexto, ainda que por si só representem um ato de maldade humana. Esse aspecto torna a leitura ainda mais rica, pois foge completamente daquele estilo narrativo que apenas quer causar incômodo, sem sentido. 

É sem dúvidas uma leitura para ser feita em momento onde não haja fragilidade por parte do leitor a assuntos mais delicados, com violência e abusos físicos e mentais. A trama é muito intensa, e o autor consegue mesclar essa atmosfera sombria com momentos bastante emocionantes e até mesmo romance. Mas vale ressaltar que aquele clima de vingança persiste em boa dose durante as páginas. Suspense/terror psicológico de qualidade! 

Quem gosta de livros que citam músicas durante a narrativa, eis mais um detalhe bastante especial de “Arlequim”. Vários personagens estão sempre falando de músicas que gostam, ou que estão ouvindo, e é um detalhe muito interessante, pois faz com que o livro tenha uma trilha sonora própria, por assim dizer. Se você, assim como eu, ama ler ouvindo música, esse é um detalhe e tanto para uma boa imersão na trama. 


O livro possui personagens muito bem construídos e com personalidades marcantes. A trama envolve do início ao fim, fazendo com que seja muito rápida e instigante, somada a capítulos curtos e com um texto muito fluido, que mesmo entregando uma história “cotidiana”, por assim dizer, prende e surpreende o leitor. E a cereja do bolo: quem gosta de plot twist no final, segura o forninho porque o de “Arlequim” é de arrepiar. 

É sempre um prazer conhecer histórias nacionais com grande potencial. Me surpreendi com “Arlequim”, que de início parecia não ter nada de pesado ou chocante, mas que conforme os capítulos vão passando, percebi que o buraco sempre é mais embaixo. 

Recomendo demais para quem gosta de livros de suspense/terror psicológico com uma vibe ‘maldade humana’, sem cunho sobrenatural, e, mesmo com algumas cenas tensas, a história ainda consegue emocionar em outras. 


Título: Arlequim (exemplar cedido pelo autor)
Autor: Dark Gero 
Editora: Plus 
Páginas: 297 
Ano: 2020 
Compre: aqui (gratuito no Kindle Unlimited)

Comentários via Facebook

11 Revelaram sentimentos:

  1. Gente, mas tem uns livros escondidos que nunca se vê por aí, alem de resenhas né. Fiquei muito curiosa com esse livro. Mesmo que seja pesado e com gatilhos, me deixou interessada no que acontece aí. Adicionado na wishlist!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E olha que esse livro merece muito reconhecimento. O autor mandou muito bem, espero que goste 🥰

      Excluir
  2. Luana!
    Bom ter avisado que possue alguns gatilhos, mas acho bem importante podermos ver o lado mal do ser humano e de alguma forma, podermos saber como lidar com situações que vão acontecendo ao longo do caminho.
    Deve ser uma super leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Primeira vez que vejo esse livro. Seja em blogs e igs literários e até mesmo no Skoob.
    Me pareceu ser uma leitura difícil por tocar na questão da maldade humana

    ResponderExcluir
  4. Nossa, nunca tinha visto nenhuma resenha desse livro. Por isso que os blogs são tão incríveis, sempre trazendo novidades!
    Achei o tema meio complexo, parece que trata de vários assuntos ao mesmo tempo, não que isso seja uma coisa ruim. Talvez o objetivo é realmente esse, ser entendido de forma mais completa por quem ler, por quem se joga na história. Fiquei até curiosa pra entender melhor!!

    ResponderExcluir
  5. Eu amo nossa literatura nacional e fico imensamente feliz quando chego e tem resenha de algum livro que ainda não conheço!
    Ainda mais sendo em um dos gêneros que mais amo, que mistura suspense, terror e claro, a maldade humana, que sim, me assusta,mas que também me fascina!!!
    Já vai pra listinha de mais desejados com certeza!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  6. Que fotos mais lindas!! Parabéns! Fiquei com muita vontade de ler o livro, tem tudo o que eu gosto e ainda fiquei curiosa com o tal plot twist. Adoro um suspense psicológico que flui bem!! Muito feliz de saber que é um nacional, já vai para a lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. ola

    não conhecia esse livro e por conter certos gatilhos ,não leria ele no momento
    Mas fica a dica desse livro nacional que mostra o talento dos nossos autores .

    ResponderExcluir
  8. A questão de karma é tenso, mas uma história em volta do assunto fica top. Eu gostei bastante, mesmo que a apresentação do livro tenha sido bem objetiva, mas quero muito ler esse livro em breve.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eita que o mundo que eu estava, que nunca tinha ouvido falar desse livro! Eu não só acredito no tão temido karma, como já fui “vítima” dele, por isso, fiquei bastante interessada na leitura, somada a parte da “trilha sonora” própria me encantei mais ainda e nem mesmo os momentos mais pesados da história serão capazes de me parar #alouca!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in